Booger Network

Sobre a Rede

Booger Network é uma compilação de blogs dispostos em diversas categorias. Estamos em fase de expansão e em breve teremos mais blogs e diferentes categorias.

Anuncie

Integer erat orci, congue sed feugiat eu, pharetra in tellus. Nulla vel est et mi fermentum ullamcorper at a justo. Fusce scelerisque nisi vehicula mauris placerat quis accumsan dolor adipiscing. Donec tempus, nibh ut volutpat fermentum, mauris sem imperdiet ante, at dignissim magna tortor in dui. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Blogueiros

Praesent ac elit metus. Ut sed sem nec lorem fringilla molestie a vel risus. Phasellus a commodo felis. Praesent at libero velit.

Leitores

Donec facilisis, sapien ut elementum faucibus, justo urna dignissim sapien, vel elementum lorem est euismod nisi.

Anunciantes

Fusce vitae nunc mi, quis faucibus orci. Nam id lorem justo. In arcu lectus, commodo eget pharetra sed, rutrum quis sapien.

Pontos de Vista

por em 23/07/2013 às 17:51

Poesia, Textos (Gabe)

mariograzicau

Se eu pudesse te desenhava,
Do meu jeito
Tosco e sem prática.

Por não ter o dom do traço em desenho,
Escreveria os teus em poesia.

Pra que pudesse te guardar onde eu quisesse,
Da maneira que eu desejasse
E com as minhas pretensões.

Que os defeitos pra ti,
Seriam qualidades pra mim.
E a distância não existiria,
Pois seria minha obra.

Na realidade, mesmo que pudesse, não te desenharia.
Pois caso fosse obra minha, não despertarias assim, tanto interesse.
Pois a tua distância e essência
É o que me impulsiona a querer desenhar-te.

Trepation Songs

por em 19/07/2013 às 9:12

+ 18, Trepation Songs

41_319-barao rockinrio“Pode seguir a tua estrela
O teu brinquedo de ‘star’
Fantasiando um segredo
No ponto a onde quer chegar…

O teu futuro é duvidoso
Eu vejo grana, eu vejo dor
No paraíso perigoso
Que a palma da tua mão mostrou…

Quem vem com tudo não cansa
Bete balança meu amor
Me avise quando for a hora…

Não ligue pra essas caras tristes,
Fingindo que a gente não existe.
Sentadas, são tão engraçadas, donas das suas salas.

Pode seguir a tua estrela
O teu brinquedo de ‘star’
Hummm! Fantasiando um segredo
No ponto a onde quer chegar…

O teu futuro é duvidoso
Eu vejo grana, eu vejo dor
No paraíso perigoso
Que a palma da tua mão mostrou…

Quem vem com tudo não cansa
Bete balança o meu amor
Me avise quando for a hora…

Quem tem um sonho não dança
Bete Balanço
Por favor!
Me avise quando for embora…”

Na intimidade das personagens de HQ

por em 18/07/2013 às 14:36

Galeria, Imagens

O artista Grégoire Guillemin ilustrou personagens femininas do mundo HQ, fora dos seus afazeres fantásticos e dentro da rotina de qualquer mulher.

herois-intimidade-11

herois-intimidade-19

Continue lendo →

Virgem e desconfiada entrando em um relacionamento

por em 17/07/2013 às 14:21

Papo com o leitor, Relacionamentos

http://hqheart.deviantart.com/

Ei Gabe! Me ajuda… Tá um pouquinho grande a história, mas é porque acredito que esses detalhes façam a diferença!

Vou deixar alguns “dados” pra ficar um pouco mais claro, ok?
Meu nome é Pâmela, tenho 18 anos e sou virgem ainda… E ele tem 26, é divorciado (desde o ano passado, acredito) e tem uma filha de três aninhos que mora com a mãe. Estava em um ‘relacionamento virtual’ até pouco antes de nós dois, com uma moça do Rio de Janeiro (somos de MG).

Em novembro eu o conheci.
Eu tinha ele adicionado no Facebook há muito tempo (não sei quem adicionou um ao outro, essas confusões de rede social né) e do nada ele começou a conversar comigo e “combinamos” muito informalmente, de nos conhecermos pessoalmente em um show que já iríamos mesmo, com suas respectivas companhias.
Assim que cheguei a bilheteria eu o vi, mas não quis conversar nem nada. Percebi que ele ficou de longe observando, como se fosse para ter certeza de que era eu. O show era divido em duas partes, eu só tinha conseguido ingresso para a primeira e ele pra segunda… Logo, não ficamos juntos durante o show.
Assim que sai, ele veio conversar comigo. Faltavam uns 20 minutos ainda para a segunda parte começar e nesse meio tempo ele ficou comigo e meus amigos conversando. E um amigo dele também.

Acho que duas semanas depois, nos encontramos novamente. Fomos pra casa de um amigo meu, beber um pouco e essas coisas mais calmas. Ficamos (coisa só de beijo), como era de se esperar. Só que, acabamos por dormir na casa do meu amigo. É simples, ok.. Mas eu NUNCA tinha DORMIDO com algum homem assim na minha vida. Eu mal o conhecia e já estava lá deitada com ele.. Mas apesar disso, incrivelmente… Não fizemos sexo.

Continue lendo →

Dustin Hoffman como Tootsie

por em 10/07/2013 às 17:36

Pitacos Masculinos, Vídeos

tootsie shaving

“Murray Schisgal, se mantém um querido amigo há mais de 30 anos, iniciou Tootsie com a idéia de: ‘Como você seria diferente, se tivesse nascido mulher?’. Essa foi a conversa que tivemos uma vez, não ‘Como se sente sendo uma mulher?’ porque todos os sexos já se fizeram a pergunta, de como seria ser do sexo oposto. A pergunta dele foi diferente: ‘Se você tivesse nascido mulher, como você seria diferente?’.

Isso iniciou, e demoraria muito para responder como nos envolvemos em Tootsie, que levou dois anos de desenvolvimento, mesmo antes de acharmos um diretor para trabalhar em rascunhos do roteiro. Mas eu fui para Columbia e perguntei se eles gastariam o dinheiro em testes de maquiagem, para que eu pudesse parecer uma mulher e, se eu não conseguisse parecer uma mulher, eles concordariam em não fazer o filme. Eles questionaram o que eu queria dizer com isso, então respondi que, intuitivamente eu pensava que se não conseguisse andar nas ruas de Nova Iorque, vestido de mulher, sem pessoas se virando e se perguntando ‘Quem é aquele cara em Drag?’, ou que se virassem para olhar por qualquer motivo, do tipo ‘O que é essa aberração?’. A menos que eu conseguisse isso, não gostaria de fazer o filme, não queria que o público deixasse de acreditar.

Quando chegamos nesse ponto e vimos na tela, eu fiquei chocado por não ser mais atraente. Eu disse ‘Agora que me transformaram em uma mulher, me transformem em uma mulher linda!’, porque eu pensei que eu deveria ser bonita. Se eu ia ser uma mulher, eu queria ser o mais bonita possível. Eles me disseram que isso é o melhor que poderiam fazer. Foi naquele momento que eu tive uma epifania.

Fui para casa e comecei a chorar, falando com a minha mulher, eu disse: ‘Eu preciso fazer esse filme!’, ela perguntou o motivo e eu disse ‘Porque eu acho que sou uma mulher interessante, quando me vejo na tela, mas eu sei que se eu me conhecesse em uma festa eu nunca falaria com aquela personagem, porque ela não satisfaz fisicamente as demandas que nós somos criados a pensar que as mulheres devem ter para que as convidemos para sair. Ela perguntou o que eu estava dizendo, então eu disse ‘Existem mulheres interessantes demais que eu deixei de conhecer nessa vida porque eu sofri lavagem cerebral’. Isso nunca foi uma comédia, para mim.”

Traduzi livremente o texto direto do vídeo, pois não o achei com legendas.

Apreciem a sensibilidade deste ator:

Era humilhada pelo meu ex, mas dei a volta por cima!

por em 9/07/2013 às 11:39

Papo com o leitor, Relacionamentos, Relatos

strip-tease-2118-1Tenho 24 anos e só tive dois parceiros sexuais: meu ex-marido (com quem comecei a namorar com 17 anos e me casei) e meu atual (conheci 6 meses após o divórcio). Nunca trai nenhum dos dois e nem faria isso. Acho uma tremenda falta de caráter.

O que me levou a terminar com o primeiro foi porquê ele arranjou outra mulher. Ele era um cara legal e sua rotina se baseava em ir do trabalho direto para casa e só sair quando eu estivesse junto. Porém, decidiu ter uma amante dentro da empresa que trabalhava. Só depois que compreendi o motivo de tantas horas extras. Eu achava que o querido era tão esforçado…

Eu sempre fui gordinha. Desde sempre mesmo. Isso me fez virar amiga dos meus interesses. Posso dizer que sempre tive vergonha de ser assim e achava que os homens não iriam querer ficar comigo. Assim, quando o primeiro que me estendeu a mão, acabei aceitando o casamento. Maior besteira que já fiz!

Em relação a sexo, nunca tive neuras. Apesar de ser virgem quando ficamos juntos eu sempre me senti segura. Lia muito sobre o assunto e me mantinha sempre bem informada. Acontece que minha vida não foi um mar de rosas neste quesito: meu ex-marido tinha nojo de sexo oral e durante todo o nosso relacionamento ele nunca sequer cogitou a ideia de me levar a um motel. Quando o fim do casamento já estava próximo, só transávamos se eu o procurasse e pior: ele era horrivelmente egoísta.

Continue lendo →

Carência feminina e o tédio masculino

484943_373431449412957_2079564779_n- “Ele não me beija mais com tesão”.

- “Ele não me dá carinho e nem diz coisas românticas”.

- “Ele não me liga todo os dias e parece que nunca liga para o que eu falo.”

Mulheres podem usar como desculpas a TPM ou até mesmo a sensibilidade feminina para justificar suas falhas, mas e os homens? Bem, tirando certas preocupações (como o trabalho ou o stress por causa do time de futebol que não tem andado bem das pernas) poucas coisas sobram.

Sem contar que até mesmo estes tipos de desculpas nem sempre servem, pois muitas mulheres acham que nós, homens, devemos colocar o relacionamento acima de tudo. Ou seja: mulher pode chutar o balde e ter ataque de raiva por causa da TPM. Nós não. E elas também podem ficar sem fazer sexo por causa do stress no trabalho, ou porque se acham dois quilos mais gordas, mas quando fazemos o mesmo, somos o quê? Oras, grosseiros ou insensíveis. Claro, se não tem sexo, também somos broxas.

Nós também temos o direito de um dia péssimo. E também temos o direito de não estarmos nem um pouco interessados em beijinhos, abraços ou palavras doces. A gente não quer NEM DISCUTIR A RELAÇÃO. Sim, muitas vezes queremos apenas um pouco de paz: sem julgamentos e sem precisarmos escutar pela enésima vez todos os nossos defeitos. Porque, por mais que um sujeito possa ter a memória fraca, não dá para esquecer que não tem sido carinhoso o suficiente, que não tem ligado com frequência, e (essa é ruim de aguentar) que ele não responde todas os benditos SMS.

Continue lendo →

Desliga você...

por em 8/07/2013 às 21:45

Imagens, Tirinhas

580221_603851822993546_965298942_n

Orgasmo: 20 curiosidades que - talvez - você não sabia

por em 6/07/2013 às 22:38

+ 18, Na hora H

425828_599063503454504_1258753270_nSexo é bom e todo mundo sabe. Faz bem para a saúde, corpo e a mente. Separamos para vocês uma lista com vinte fatos curiosos sobre o orgasmo. Confira:

- 70% das mulheres têm orgasmos com a estimulação do clitóris. Estas podem chegar a ter orgasmos múltiplos na mesma relação sexual. Isso acontece porque as mulheres demoram para sair do estado de excitação.

- O recorde mundial de maior tempo de masturbação antes de atingir o orgasmo é de 6h30 para uma mulher e 8h30 para um homem.

- 47% das mulheres têm seu primeiro orgasmo somente através da masturbação. A idade média é de 18 anos – meio tarde, não?

- Freud afirmava que as mulheres podiam ter dois tipos de orgasmo: o clitoriano e o vaginal. Mas um estudo feito em 1966 (faz tempo!) provou que só há um tipo de orgasmo feminino – mas muitas maneiras de alcançá-lo.

- Os franceses se referem ao orgasmo como “le petit mort” (a pequena morte). Algumas mulheres trancam a respiração ao gozar – existem até casos de insuficiência cardíaca que culminaram em morte. Morreram felizes…

Continue lendo →

A saga do cotidiano - Quando um homem lava o banheiro

por em 4/07/2013 às 10:41

Contos e Textos, Textos (Camila)

Quando se mora junto, a vida é bela – pelo menos, a primeira semana. Você lava a louça com gosto, passa a vassoura na casa com gosto e até os beijos – Ah, os beijos! – são diferentes. Você tem uma fenda no universo só sua, a porta é um leão de chácara que não deixa qualquer fulano entrar. É um paraíso, quer de cem metros quadrados, quer cinco, não interessa o tamanho, desde que seja o seu paraíso.

Mas então, como o destino é cruel e a mágica fica para os livros, chega o dia em que você perde a brancura, o brilho e o cheiro de lavanda. É hora de lavar. Passar pano no piso, lavar as roupas, lavar o banheiro. É hora de encarar os fatos: seu amado não é um enviado divino que se deita e espera por você, não senhor! É um porco fedido que caga e come e gasta roupas e suja as cuecas. E você, não é a donzela branca-de-neve que se deita com cheiro de rosas e acorda com essa mesma graça, é uma puta fedida que peida e de manhã, penteia os cabelos que mais cedo ou mais tarde entupirão a pia do banheiro.

Mas a beleza, já diziam: está nos olhos de quem vê. E quando ele se apresenta “voluntariamente” para limpar o banheiro, enquanto pragueja gentilmente contra mim, ele volta a ser o príncipe. Olha, vim de uma família onde quem lavava o banheiro era a minha mãe. Olha, meus pais se separaram partes por que meu pai era machista demais para deixar minha mãe trabalhar e ter seu próprio dinheiro, enquanto seu orgulho era grande demais para limpar, pois isso, veja só, é coisa de mulher.

Continue lendo →

O oceano e o céu...

por em 3/07/2013 às 22:04

Imagens, Tirinhas

1043985_550826528312979_814208583_n

Tirinha de Biel Gomes.

Santa Paciência

por em 3/07/2013 às 21:36

Frases, Imagens

942305_4692168556690_1195266860_n

Machinho de classe média

por em 1/07/2013 às 22:32

Imagens, Tirinhas

580237_537680159627616_969127842_n

As posições sexuais preferidas das mulheres

por em 1/07/2013 às 21:14

+ 18, Na hora H

posicoes-sexuais-31-146Como qualquer post que publicamos aqui vale lembrar que não há certo e errado quando o assunto é sexo. O que para umas pode ser a melhor posição sexual para outras pode ser a pior. Afinal, somos todas diferentes com gostos distintos. O que vamos falar aqui são de algumas situações que, no geral, podem ser úteis para que os parceiros tentem satisfazer melhor as suas mulheres.

Alguns homens tem a ideia de comparar os gostos femininos com os filmes pornôs e é nosso dever alertá-los que isso pode funcionar bem na ficção, mas quando vem pra vida real pode, muitas vezes,  levar à decepção.

O que podemos garantir são que coisas simples podem dar um bom efeito. Como, por exemplo, sentir o peso do corpo do homem. É algo tão natural e que muitas admiram. Claro que há uma linha tênue entre pressão e sufocamento. Gostamos de sentir tudo bem de perto, com atrito intensificado.

A maior reclamação que recebemos aqui é sobre ter um parceiro passivo. Entenda: homens não gostam de mulheres mortas na cama. Mas nós não gostamos quando nos deixam fazer todos os serviços sozinhas. É reclamação de 11 em 10 leitoras deste blog. O sexo é uma troca de prazer (pelo menos deveria ser assim).

Esquecendo as exceções,  gostamos que eles tenham a iniciativa. Aquilo de puxar, levantar, virar e dominar. Quando o cara é bom ele faz isso com extrema naturalidade. A mulher fica lá estirada sem nem saber de onde veio e para onde vai. Quando isso não acontece, parece que faltou algo.

Aí vem aquela velha frase: homem tem que ter pegada. E olha que para ter isto ele não necessita de um curso de malabarismo: basta observar se está agradando. Não adianta insistir em algo que a parceira já demonstrou que não gosta.

Sabemos que não é uma das tarefas mais fáceis saber o que realmente agrada as mulheres na cama, mas vamos listar aqui quais são as dez posições do Kama Sutra que mais as favorecem.  Tudo baseado em um estudo feito pela revista francesa Cosmopolitan. Vamos lá?

Continue lendo →

Trepation Songs

por em 1/07/2013 às 8:50

+ 18, Trepation Songs

elbow

“I’ve been working on a cocktail called “Grounds For Divorce”, whoa
Polishing a compass that I hold in my sleeve, whoa
Doubt comes in on sticks, but then he kicks like a horse, whoa
There’s a Chinese cigarette case and the rest you can keep
And the rest you can keep
And the rest you can keep

There’s a hole in my neighbourhood
Down which of late I cannot help but fall
There’s a hole in my neighbourhood
Down which of late I cannot help but fall

Mondays is for drinking to the seldom seen kid
(Ooh, ooh)

There’s this whispering of jokers doing “Flesh by the Pound”
To a chorus of supposes from the little town whores
There’ll be twisted karaoke at the Aniseed Lounge
And I’d bring you further roses but it does you no good
And it does me no good
And it does you no good

There’s a hole in my neighborhood
Down which of late I cannot help but fall
There’s a hole in my neighborhood
Down which of late I cannot help but fall
There’s a hole in my neighborhood
Down which of late I cannot help but fall

Someday we’ll be drinking with the seldom seen kid
(Ooh, ooh)”