Booger Network

Sobre a Rede

Booger Network é uma compilação de blogs dispostos em diversas categorias. Estamos em fase de expansão e em breve teremos mais blogs e diferentes categorias.

Anuncie

Integer erat orci, congue sed feugiat eu, pharetra in tellus. Nulla vel est et mi fermentum ullamcorper at a justo. Fusce scelerisque nisi vehicula mauris placerat quis accumsan dolor adipiscing. Donec tempus, nibh ut volutpat fermentum, mauris sem imperdiet ante, at dignissim magna tortor in dui. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Blogueiros

Praesent ac elit metus. Ut sed sem nec lorem fringilla molestie a vel risus. Phasellus a commodo felis. Praesent at libero velit.

Leitores

Donec facilisis, sapien ut elementum faucibus, justo urna dignissim sapien, vel elementum lorem est euismod nisi.

Anunciantes

Fusce vitae nunc mi, quis faucibus orci. Nam id lorem justo. In arcu lectus, commodo eget pharetra sed, rutrum quis sapien.

.: Malvadas :. » Relacionamentos

Pornografia pode causar impotência sexual

por em 28/10/2011 às 9:56

Achei uma matéria que fala sobre um assunto que encaixa perfeitamente com o que estamos debatendo esta semana:

Pornografia pode causar impotência sexual, diz estudo

Um estudo feito na Itália descobriu que cada vez mais os homens daquele país estão sofrendo de um tipo de impotência sexual que estaria relacionada aos acessos a pornografia na web iniciados durante a adolescência, de acordo com informações do site local de notí­cias Ansa.

Realizada pela SIAMS (Sociedade Italiana de Andrologia e Medicina Sexual), a polêmica pesquisa descobriu que muitos homens sofrem dessa chamada “anorexia sexual” por causa do consumo excessivo de sites pornográficos a partir dos 14 anos.

Segundo o diretor do orgão responsável pelo estudo, Carlo Foresta, a razão para essa “impossibilidade amorosa” se deve em parte por essas pessoas terem desenvolvido grande parte da sua sexualidade a partir de relações divorciadas da vida real.

Para ele, os efeitos dessa prática foram graduais, porém devastadores. “Começa com reações menores para os sites pornográficos, depois há uma queda geral da libido e no final torna-se impossível conseguir uma ereção“, diz o estudo.

A boa notí­cia é que essa condição pode ser revertida. “Com a assistência adequada, a recuperação é possível em alguns meses“, afirma Foresta. O estudo foi feito com cerca de 30 mil homens do país.

Um levantamento feito pela SIAMS também mostrou que 7,8 milhões dos 27 milhões dos internautas italianos, ou 28,9% deles, acessam sites pornográficos.

Ficou com medo amigo?

D’qui

Depois do "The End"

por em 28/10/2011 às 9:26

Os finais na vida real são bem mais doloridos.

Soltei a franga logo de cara

por em 27/10/2011 às 13:48

Lendo o e-mail da menina que queria se soltar fiquei com uma dúvida:

E não ter vergonha de nada, é ruim?

Desde a primeira vez com o meu namorado (não estavámos namorando, ele me pediu em namoro 3 meses depois), eu fui super desinibida mesmo. Falei o que gostava, e blá blá blá, fantasias, e tudo mais. Isso assusta um cara? Será que meu namorado chegou a pensar certas coisas sobre mim? Obrigada, e adoro vocês. Beijo no canto do sorriso =*

K.

———-

Olá K. Isso depende muito da maturidade do cara que você tem ao seu lado.

Eu tenho a ideia de que se a mulher fala o que gosta, é uma pessoa decidida e sabe muito bem o que quer e o que espera do outro. Admiro essas atitudes, e todo homem odeia “mimimi”.

Muitos homens te chamariam de vadia, não te levariam a sério por ser “fácil demais”. Como te disse, depende muito da maturidade de cada um. Basta dar uma pequena estudada na pessoa em si e tirar as conclusões necessárias para saber o que fazer, ou não.

Obrigado por ter buscado nosso contato, espero que tenha lhe ajudado.

Um beijo,

Jorge Henrique

——-

Eu pensaria a princípio que não é uma mulher para se namorar. Talvez isso explique os 3 meses que se passaram antes dele te propor o namoro. Mas obviamente uma relação não depende SÓ de sexo! Tem diversos outros fatores que contribuem para a felicidade e estabilidade do casal, tanto teus quanto dele.

Se o cara se apaixonou, não importa o quão vadia ou santa é a mulher, ele vai querer ficar com ela por aquele “algo mais” que viu.

Bjs,

Dimi

———

Mande seu e-mail para pitacomasculino@malvadas.org

Peguei ele se masturbando

por em 26/10/2011 às 13:52

Sou casada há um pouco mais de um ano. Sempre tivemos uma relação bacana e, apesar das frequentes brigas, nos damos muito bem. Hoje de manhã, aconteceu algo que assumo que fiquei constrangida. Fui ao quarto me arrumar e o flagrei se masturbando. Foi a primeira vez que vi ele fazer isso. Eu fiquei sem ação e ele totalmente sem graça. Não pude esconder a minha frustração, sei que isso é normal e todo homem faz isso. O que eu não entendi foi porque me senti tão mal. Juro para vocês, fiquei sem chão e até com vergonha de olhar para ele. Se ele quisesse fazer isso sem eu ver, tudo bem… ou esperasse eu sair de casa. Eu não posso negar que não mudei, mudei sim. Nem quero falar com ele sobre isso! O que eu faço?
F.S.

Continue lendo →

Como os homens enxergam a TPM

por em 25/10/2011 às 21:30

Falar de tpm é um assunto mais que debatido, mas o que ELES acham disso? Uns afirmam que é frescura feminina e outros nem procuram entender.

Já um gênio listou a nossa tensão pré menstrual em quatro fases.  Vale conferir:

Fase 1 – A Meiguinha
Tudo começa quando a mulher começa a ficar dengosa e grudentinha. Bom sinal? Talvez, se não fosse mais do que o normal. Ela te abraça do nada, fala com aquela vozinha de criança e com todas as palavras no diminutivo. A fase começa chegar ao fim quando ela diz que está com uma vontade absurda de comer chocolate. O que se segue, é uma mudança sutil desse comportamento, aparentemente inofensivo, para um temperamento um pouco mais depressivo.

Fase 2 – A Sensível
Ela passa a se emocionar com qualquer coisa desde uma pequena rachadura em forma de gatinho no azulejo em frente à privada até uma reprise de um documentário sobre a vida e a morte trágica de Lady Di. Esse estágio atinge um nível crítico com uma pergunta que assombra todos os homens desde os inexperientes até os mais escolados como o meu pai:

- Você acha que eu estou gorda?

Notem que não é uma simples pergunta retórica. Reparem na entonação e na escolha das palavras. O uso simples do verbo ‘estou’ ao invés da combinação ‘estou ficando’, torna o efeito da pergunta muito mais explosiva do que possamos imaginar. E essa pergunta, meus amigos, é só o começo da pior fase da TPM. Essa pergunta é a linha divisória entre essa fase sensível da mulher para uma fase mais irascível.

Fase 3 – A Explosiva
Meus amigos, essa é a fase mais perigosa da TPM. Há relatos de mulheres que cometeram verdadeiros genocídios nessa fase. Desconfio até que várias limpezas étnicas tenham sido comandadas por mulheres na TPM. Exagero à parte, realmente essa é a pior fase do ciclo tepeêmico. Você chega a casa dela, ela está de pijama, pantufas e descabelada. A cara não é das melhores quando ela te dá um beijo bem rápido, seco e sem língua. Depois de alguns minutos de silêncio total da parte dela, você percebe que ela está assistindo aquele canal japonês que nem ela nem você sabem o nome. Parece ser uma novela ambientada na era feudal. Sem legendas. Então, meio sem graça, sem saber se fez alguma coisa errada, você faz aquela famosa pergunta:

- Tá tudo bem?

A resposta é um simples e seca:

- Tá - sem olhar na sua cara.

Não satisfeito, você emenda um:

- Tem certeza?

- Tenho. - respondido mais friamente com um rosnado baixo e cavernoso

Aí, como somos legais e percebemos que ela não tá muito a fim de papo, deixamos quieto e passamos a tentar acompanhar o que Tanaka está tramando para tentar tirar Kazuke de Joshiro, o galã da novela que…

- Merda, viu!? – ela rosna de repente.

- Que foi?

A fase explosiva acaba de atingir o seu ápice com essa pergunta. Sem querer, acabamos de puxar o gatilho. O que se segue são esporros do tipo:

- Você não liga pra mim! Tá vendo que eu tô aqui quase chorando e você nem pergunta o que eu tenho! Mas claro! Você só sabe falar de você mesmo! Ah, o seu dia foi uma merda? O meu também! E nem por isso eu fico aqui me lamuriando com você! E pára de me olhar com essa cara! Essa que você faz, e você sabe que me irrita! Você não sabe! Aquele vestido que você me deu ficou apertado! Aaaai, eu fico looooouca quando essas coisas me acontecem! Você também, não quis ir comigo no shopping trocar essa merda! O pior de tudo é que hoje, quando estava indo para o trabalho, um motoqueiro mexeu comigo e você não fez nada! Pra que serve esse seu Jiu Jitsu? Ah, você não estava comigo? Por que não estava comigo na hora? Tava com alguma vagabunda? Aquela sua colega de trabalho, só pode ser ela. E nem pra me trazer um chocolate! Cala sua boca! Sua voz me irrita! Aliás, vai embora antes que eu faça alguma besteira. Some da minha frente!

Desnorteado, você pede o pinico e sai. Tenta dar um beijinho de boa noite e quase leva uma mordida.

Fase 4 – A Cólica
No dia seguinte o telefone toca. É ela, com uma voz chorosa, dizendo que está com uma cólica absurda, de não conseguir nem andar. Você vai à casa dela e ela te recebe dócil, superamável. Faz uma cara de coitada, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, e te pede pra ir à farmácia comprar um Atroveran, Ponstan ou Buscopan pra acabar com a dor dela. Você sai pra comprar o remédio meio aliviado, meio desconfiado. O que teria acontecido na na noite anterior? Ainda pensa aliviado:

- Acho que ela se livrou do encosto.

Pronto! A paz reina novamente. A cólica dobra (literalmente) a fera e vocês voltam a ser um casal feliz. Pelo menos até daqui a 20 dias.

—————————————————
A Paty me enviou este e-mail para postá-lo aqui no Malvadas. Não diz quem é o autor (antes que vocês me massacrem pedindo a fonte). Caso vocês saibam, por favor, coloquem nos comentários que creditarei assim que possível.

Homens e garotos

por em 24/10/2011 às 22:00

Uma simples diferença que muda todo o sentido da coisa.

Namoro ou amizade?

por em 24/10/2011 às 20:29

Olá seus lindos!

Eu tenho um melhor amigo há 7 anos. Sempre fomos muito unidos e nunca rolou nada entre nós. Acontece que, de uns tempos pra cá, as coisas mudaram e acabamos ficando, até então uma única vez. Contudo, nessa última semana ficamos todos os dias, e estamos começando a ficar preocupados, pois não queremos nos magoar. Ainda não rolou sexo (acho que porque eu não deixo as coisas chegarem a esse ponto, por medo), e fico pensando quanto tempo eu ainda conseguirei fugir disso. Ele é uma das pessoas mais importantes em minha vida (sem romantismos) e tenho medo que se acontecer isso a gente acabe se afastando depois, já que amizade é algo meio que pra sempre e relacionamentos assim não. Nenhum dos dois abriria mão da amizade, nem um pensa em namorar o outro. Também não cobramos nada um do outro, cada um pega quem quiser.

O que pensam sobre isso? Estou com muito mimimi ou realmente posso perder meu melhor amigo?

May

———–

Então May, essa é uma boa pergunta, apesar de ser muito difícil de responder.

Vai depender muito da cabeça de ambos. Se vocês forem maduros o suficiente pra tolerar a pior hipótese, que seria de os dois acabarem não curtindo um relacionamento mais próximo, e ainda por cima quiserem tentar, acho que não custa nada! A experiência é válida, na minha humilde opinião.

Então se perguntem isso: “e se por acaso, depois que dermos o próximo passo, acabe dando algo errado e agente não queira mais ficar, será que dá?”. (Se perguntem mesmo. Não é pra ficar na imaginação nem nada. Diálogo é a solução e, afinal, vocês se conhecem há bastante tempo, com uma boa intimidade).

Por outro lado, não posso deixar de admitir que há uma voz, dentro de mim, dizendo para manter amizades e namoros bem separados um do outro.

Depois conta pra gente o que aconteceu =)

Dimi

———–

Mande seu e-mail para pitacomasculino@malvadas.org

Sobre vaginas e pênis

por em 24/10/2011 às 14:45

Sempre que me reúno com as amigas, vira e mexe, o assunto vai para tipos de pênis. Grandes, pequenos, grossos e finos. No final das contas todas tiram sarro do esteriótipo dos pênis alheios.

- Ah, deusolivre ter aquele treco pendurado.

- Né? Uma sobra alí caída.

- Mil vezes ser mulher e ter vagina.

Entre uma gargalhada e outra das amigas me questiono se existe alguém que classifica quais são os pênis bonitos e os feios. Afinal, o que vale não é a utilidade? Sim. O importante é mantê-lo saudável e em funcionamento.

Lembro que uma vez um garoto mandou um e-mail desesperado perguntando o que ele poderia fazer. Iria perder a virgindade com a namorada só que morria de vergonha porque tinha o saco escrotal grande demais.

Salvo problemas específicos (procure um urologista regularmente) todos os pênis seguem quase a mesma linha. Foi aí que perguntei à elas:

- Vocês acham que os homens falam o quê das suas respectivas vaginas?

O silêncio tomou conta do ambiente. Convenhamos que quem sai por aí elogiando pênis e vaginas são atores profissionais do pornô. Aí eu achei aqui uma foto de vários tipos de vaginas e também pergunto a vocês: Existe padrão de beleza para os orgãos sexuais? É algo que interfira no andamento do sexo?

Eu aceito ser a outra

por em 24/10/2011 às 9:46

Olá Malvadas! Estou num relacionamento há 2 anos e preciso de uma opinião de fora sobre isso. Nos damos bem, o sexo é maravilhoso, ele me dá atenção e é super romantico. Tudo seria uma perfeição se ele não tivesse namorada. Isso mesmo. Eu sou a outra e aceito essa condição. Não me perguntem o motivo, mas eu acredito nas coisas que ele fala. Todas as minhas amigas me chamam de idiota. Falam que ele nunca vai largar a atual para ficar comigo.

No começo eu nem desconfiava. A gente se vida todos os dias na faculdade. Ele me deixava em casa e dizia que nos finais de semana visitava os parentes que moravam em outra cidade. Descobri quando estávamos prestes a completar um ano de namoro. Foi difícil, mas percebi que não vivo longe dele. Já pensei em contar tudo pra namorada dele, mas confesso que estou feliz em ser apenas a amante. Desde que ele não fique com mais ninguém.

Sou louca?

A.

Continue lendo →

Não terás tudo!

por em 23/10/2011 às 0:21

O título desse post é um oferecimento do meu pai Arlindo. Lembrado pelo meu irmão Eber durante uma partida de Wii.

Neura? Uma ex-namorada no meu caminho!

por em 19/10/2011 às 23:50

Meu nome é Marcela e tenho 27 anos. Estou em um relacionamento há 5 anos e estamos planejando nos casar. O nosso problema é a ex-namorada dele. Eles namoraram por muito tempo (foram 4 ou 5 anos também) e só acabaram depois que ele descobriu uma traição. Parece que ela não superou o término, pois vive correndo atrás dele.

Sempre foi assim. Ela só deu uma trégua durante uns dois anos. Até estranhei. Ela parou de ligar. Acontece que esses dias eu descobri que ela havia mandado um e-mail para o meu namorado. Cheia de conversa. Disse que estava feliz com o atual namorado e que sabia que ele também estava muito bem comigo.

Ela seguiu falando que estava arrependida de tudo que fez pra ele e que havia encontrado Jesus (aff!). Por esse motivo queria pedir desculpas e falou que só faria isso se fosse olhos nos olhos.

Eu só fiquei sabendo disso porque vi nas atualizações do hotmail que ele havia adicionado ela no msn. Fui perguntar o motivo e ele me contou a história.

Fiquei p*&% da vida.

Fiz o maior barraco e falei que pra fazer isso ela não precisava encontrar com ele p&*%@ nenhuma!

Ele pegou o celular, ligou na minha frente pra ela e pediu que deixasse as coisas como estão. Se ela estava feliz com o namorado e ele bem comigo que ficasse assim.

Ela concordou.

Falei que gostaria que ele me contasse caso ela tentasse um novo contato. Ele diz que ela não corre mais atrás dele, mas eu fico com os dois pés atrás. No começo do namoro ela já havia escondido que ela o procurava. Ele falava que era para não me chatear.

Isso me deixa incomodada demais! Já conversamos muito sobre isso e sei que o deixo chateado quando toco no assunto. Eu me sinto mal em perguntar constantemente se ela entrou emcontato.

E aí? Mereço um esporro ou estou sendo enganada? Me faça acordar, por favor!

Beijos e obrigada,

Marcela

Continue lendo →

10 fatos sobre homens e o sexo

por em 19/10/2011 às 15:40

Interessante essa matéria retirada do site do Terra

Um levantamento feito pela revista Glamour mostrou alguns segredos sexuais dos homens:

1- Quando perguntados sobre a frequência com que pensam em sexo, 16% afirmaram nunca parar de pensar, enquanto 70% assumiram que pensam no tema múltiplas vezes por dia.

2- Quando perguntados sobre o desejo sexual, em comparação com os outros homens, a maioria foi categórica: 45% responderam “alto”, enquanto 39% acreditam que estão na média.

3- A maioria dos homens também respondeu que acha sexy quando uma mulher tem grande energia sexual: 90% acreditam que isso melhora a relação sexual.

4- Entre os entrevistados, 54% afirmaram que tem uma energia sexual maior quando estão em um relacionamento; enquanto 46% acreditam que isso ocorre quando estão solteiros.

5- Quando perguntados sobre a disposição sexual de suas parceiras, 81% afirmaram ter mais do que elas; enquanto apenas 19% acreditam perder para elas neste quesito.

6- Depois de um dia inteiro pensando em sexo, 62% afirmaram que iriam para casa e resolveria o “problema” sozinhos; 51% apelariam para os contatos telefônicos do celular; 33% ligariam para uma ex; 89% iriam um bar em busca de alguém e apenas 2% pagariam por sexo.

7- Aproximadamente 70% dos homens entrevistados não acreditam que sua energia sexual tem algo a ver com a forma como as coisas acontecem no trabalho; enquanto que 32% acham que sim, uma coisa tem relação com a outra.

8- Os preservativos dividem as opiniões masculinas: enquanto 45% acham que o item pode inibir o desejo sexual; 55% acreditam que não.

9- Ficou equilibrada a opinião dos homens com relação a quanto o peso interfere no desejo sexual: 50% disseram que se sentem mais “no clima” quando estão dentro do peso; enquanto 50% não se importam com isso.

10- Para 62% dos homens, o sexo é só um dos aspectos da vida de casal, enquanto 38% consideram um mau sinal quando a vida sexual esfria.

 

Mais dicas? Siga agente!

Declarando o amor...

por em 18/10/2011 às 14:02

Quando foi que as coisas mudaram drasticamente?