Booger Network

Sobre a Rede

Booger Network é uma compilação de blogs dispostos em diversas categorias. Estamos em fase de expansão e em breve teremos mais blogs e diferentes categorias.

Anuncie

Integer erat orci, congue sed feugiat eu, pharetra in tellus. Nulla vel est et mi fermentum ullamcorper at a justo. Fusce scelerisque nisi vehicula mauris placerat quis accumsan dolor adipiscing. Donec tempus, nibh ut volutpat fermentum, mauris sem imperdiet ante, at dignissim magna tortor in dui. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Blogueiros

Praesent ac elit metus. Ut sed sem nec lorem fringilla molestie a vel risus. Phasellus a commodo felis. Praesent at libero velit.

Leitores

Donec facilisis, sapien ut elementum faucibus, justo urna dignissim sapien, vel elementum lorem est euismod nisi.

Anunciantes

Fusce vitae nunc mi, quis faucibus orci. Nam id lorem justo. In arcu lectus, commodo eget pharetra sed, rutrum quis sapien.

.: Malvadas :. » Malvadas

Os homens de Terry Richardson - Parte 4

por em 13/11/2013 às 13:13

jared leto
Jared Leto

Tobey Maguire
Tobey Maguire

Exif_JPEG_PICTURE

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

Pau na mesa, pra quê?

por em 3/11/2013 às 11:00

O mundo do trabalho foi desenhado pelos homens. Pelo número de reclamações, não tem funcionado bem. Como as mulheres, que ganham cada vez mais espaço nas empresas, podem mudar essa situação?

mulher-1O censo de 2010 poderia vir com um tapinha nas costas das mulheres. Elas têm a maioria dos diplomas de 15 dos 20 cursos universitários mais populares do país, incluindo medicina e administração. Também têm mais pós-graduação, segundo pesquisa da agência de contratação Catho. Só que, apesar da melhor formação, seguem empacando em cargos mais baixos e ganhando menos que irmãos e maridos.

A situação já era assim em 2000, quando o censo anterior foi divulgado. A novidade é, justamente, que pouco mudou desde então. Em 2012, a consultoria de contratações Michael Page mapeou os salários, em cargos de gestão, maiores que R$ 8 mil no Brasil. Constatou que 72% caem na conta bancária dos homens. Que o mercado é sexista, a maioria dos especialistas já reconhece. Mas uma nova corrente de pensamento diz também que falta às mulheres ambição e, principalmente, saber negociar carreiras que se encaixem em suas vidas.

É o que defende a diretora de operações do Facebook, a americana Sheryl Sandberg, no livro Faça acontecer (Companhia das Letras), que chega este mês às livrarias brasileiras. Sheryl diz que, ainda muito jovens, as mulheres fazem escolhas de carreira que beiram o autoboicote. “Por exemplo, quando são advogadas em um escritório e pensam: ‘Não sei se devo me tornar uma sócia, porque vou querer ter filhos um dia’.” Fazer escolhas precipitadas, diz ela, é o pior caminho. “Se voltar a trabalhar depois de ter filhos for opcional, você só vai fazê-lo se o trabalho for atraente. Mas, se anos antes você parou de se desafiar, a essa altura já vai estar entediada.

Ela admite que as mulheres não cavam o próprio buraco por burrice. Estão, na maioria das vezes, prevendo a sobrecarga causada por trabalho, casa e filhos. Sheryl chama a atenção para o fato de as americanas empregadas em tempo integral fazerem o dobro de trabalho doméstico que seus maridos. Mas, no Brasil, o número é pior: fazem quase três vezes mais que os companheiros (26,6 horas semanais contra 10,5 deles), segundo a Organização Internacional do Trabalho.

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

Esteticamente Correto

por em 1/11/2013 às 11:00

wyatt mills3A pobreza da experiência cultural contemporânea agrega dois grupos pseudopolíticos: os “politicamente corretos”, que Nietzsche, no século 19, chamaria de “sacerdotes da moral”, e seus críticos, sempre autoelogiados como “politicamente incorretos”, que seriam hoje “sacerdotes do imoral”, servos daquela moral, só que sob o disfarce da inversão. O “sadismozinho” diário dos antipolíticos politicamente incorretos esconde o desejo de uma crueldade socialmente inviável.

A maldadezinha do cotidiano faz mal às suas vítimas, mas é autorizada ao agente, desde que ele saiba manter as aparências de que tem toda a razão e não é tão mau assim.

A manutenção das aparências como verdadeira força que mantém as condições da dominação é o que chamaremos pela expressão “esteticamente correto”. Enceguecidos pela cultura do espetáculo, não vemos justamente o “evidente”. O velho parecendo novo, o mau parecendo bom, o sujo parecendo limpo, o feio parecendo belo. A correção estética é a expressão da racionalidade técnica da dominação. Exemplos abundam, dos modos de vestir às academias de ginástica.

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

21 sinais que você não é exatamente uma dama

por em 30/10/2013 às 19:39

1. O mais perto de um penteado que você consegue fazer é um rabo de cavalo:

1Não se pergunta como têm mulheres que vivem com o cabelo maravilhoso?

2. Você não é escrava da maquiagem:

2make

Há aquelas que passam horas se maquiando só para parecer que não estão usando nada.
Por que não concordamos em simplesmente não usar nada?

3. Você não sabe se comportar quando coloca um vestido:

3vsds

Não usar calças em público é mais difícil do que parece.

4. Andar de salto alto exige todo seu esforço mental:

4CAINDO

Desculpe, não posso falar. Estou tentando não quebrar meus dois tornozelos

5. Pintar suas unhas com a mão esquerda faz você se perguntar por que alguém lhe confiou um esmalte:

5unha

Por favor tira isso de mim, eu não tenho nenhuma ideia do que estou fazendo.

6. Às vezes, você esquece que está usando saia e acidentalmente mostra ao mundo os seus valores.

3vestidoApenas esquecemos…

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

Sexo casual é válido?

por em 28/10/2013 às 22:57

About-SKYNUma grande dúvida entre as mulheres é saber o porquê dos homens serem tão adeptos ao sexo casual. Por outro lado, grande parte deles se questionam como as mulheres não conseguem se envolver sexualmente sem se apegar. Sexo apenas por sexo. Deveria ser simples…

Há quem goste da novidade, da atração e desejo. São movidos por isso. Então por mais que tenham carinho (e até amor) por alguém não deixam de desejar outra pessoa.

Aos que gostam do envolvimento rápido (sem apego) tudo é intenso. Não há cobranças, discussões e satisfações. É como se tivesse um relacionamento composto apenas por prazer e diversão. É ter a liberdade de ir e vir.

Afinal, qual o problema em não querer um relacionamento sério? Há quem goste de conhecer pessoas novas, melhorar as experiências, viajar sem rumo e, principalmente, ser independente. Qual é o problema? Tudo é válido!

Amor e sexo são impulsos independentes e é possível experimentar o prazer sexual pleno totalmente desvinculado das aspirações românticas. Entretanto, ninguém pode negar que sexo com comprometimento também é incomparável.

Você gosta de sexo… Não gosta?

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

Camiseta de vagina menstruada causa polêmica

por em 23/10/2013 às 18:04

A venda de uma camiseta vem causando polêmica. Semana passada alguns blogs brasileiros chegaram até a falar sobre o assunto. Basicamente, trata-se de um desenho simples que retrata uma mulher com a vagina peluda (e menstruada) que está se masturbando.  Algumas pessoas chamaram a camiseta de “infame”, “nojenta”, “grosseira”, “repulsiva” e “WTF?”.

camiseta polemica menstruação

A criação é da Petra Collins (20 anos) e tem o custo de $32. A artista já é conhecida por explorar a sexualidade feminina e cultura adolescente. Após toda a repercussão ela concedeu uma entrevista à Vice comentando o assunto:

O que você acha da tempestade que você causou na mídia?
Petra Collins: É incrível. Não estou surpresa. Era exatamente o que eu queria porque prova meu ponto…

E que ponto seria esse?
Que ficamos chocados e estarrecidos com algo que está em seu estado natural – é engraçado que de todas as imagens por aí, todas as imagens sexualmente violentas, imagens depreciativas e repugnantes, que logo isso seja aparentemente tão, tão chocante. E a imagem na minha camiseta é só um desenho. Não é sequer uma imagem real.

Como você reagiu quando as manchetes começaram a pipocar?
Se você quer saber minha reação literal, eu ri muito. Liguei para minha irmã e nós duas ficamos: “Ai meu Deus”. Mas, no fundo, isso me entristeceu, mas é incrível ter trolado a mídia mainstream.

Fiz uma entrevista curta para a City TV – eles usaram um trecho de dois segundos e nem me lembro o que eu dizia –  aí eles editaram com a reação das pessoas nas ruas dizendo “Ah, isso é nojento”, e coisas assim. Exceto por um cara que achou a camiseta muito legal.

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

Os homens de Terry Richardson - Parte 3

por em 15/10/2013 às 15:34

Evan Seinfeld Evan Seinfeld

antonio sabato jrAntonio Sabato Jr.

Kit HaringtonKit Harington

Continue lendo →

Traição virtual: você aceita?

por em 15/10/2013 às 14:19

traicao_virtual (1)O que podemos considerar como “traição virtual”? Você já parou para pensar nisso?

É comum que algumas mulheres dediquem uma parte do tempo a vigiar as redes sociais do parceiro. Algumas até ousam a conversar com outras pessoas (via GTalk e outras ferramentas) a procura de algum indício sobre uma possível traição. Certamente é um método eficaz caso ela esteja realmente acontecendo. Acontece que algumas não percebem que, algumas vezes, essa traição não é nada além de um casinho virtual. Isso pode até acarretar em algum problema para o relacionamento, mas nada que não seja fácil de resolver.

Achou estranho? Explico…
Você pode até não aceitar de primeira, mas por incrível que pareça alguns homens “traem” virtualmente e não saem disso. É verdade, eles têm conversas picantes com mulheres (normalmente de outras cidades) e sabem que nada de ‘físico’ irá acontecer. Diferente da mulher, ele não está interessado necessariamente em um envolvimento e, muito menos, conquistar a mulher. Quer apenas a diversão do momento.

É óbvio que ninguém aceita qualquer tipo de traição (nem a de pensamento). Ao flagrar a traição virtual, a situação pode ficar difícil e a parceira não entenderá que é algo sem significado. O importante é respirar fundo e repensar. Vou tentar ilustrar melhor para que perceba por um outro ângulo…

Continue lendo →

Esqueça...

por em 8/10/2013 às 19:32

602373_394189227365485_1778214951_n

Mande sua foto para nós! vanessa@malvadas.org

CompartilheComentários desativados

Gorda ou Gostosa?

por em 4/10/2013 às 21:00

Como dissemos nas postagens anteriores, publicamos aqui fotos de mulheres que acham que são gordinhas, mas na realidade são gostosas. Vamos as fotos desta semana:

3

4

P1010586

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

Foi estuprada? A culpa é sua...

por em 3/10/2013 às 20:12

Um vídeo ironizando a culpa que é colocada na mulher ao ser estuprada (“É sua culpa”) já teve quase 2 milhões de visualizações no Youtube desde que foi lançado, há uma semana.

O estupro foi culpa da mulher, porque vestia uma roupa sexy e estava fora de casa em horários estranhos”. Para refutar argumentos como estes, o vídeo (feito na Índia) traz com bastante ironia afirmações para combater o conservadorismo em alguns setores no país. “Sejamos sinceras, meninas, os estupros são culpa nossa. Estudos científicos sugerem que as mulheres que usam saia são a principal causa de estupro. Sabe por quê? Porque homens têm olhos”, afirma a atriz Kalki Koechlin no início do anúncio.

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

Homens com barba... <3

por em 2/10/2013 às 19:51

1

2

3

Continue lendo →

CompartilheComentários desativados

"Magra" não é elogio

por em 2/10/2013 às 16:26

anorexiaA gente não é só peito ou só bumbum ou só quadril ou qualquer outro pedaço de carne. Do mesmo jeito também não é só gordinha ou só magrela. A GENTE É UM TODO, UM SER INTEIRO, muito mais do que só corpo (inclusive inteligência, sorriso, habilidades, bom humor… tudo isso é também quem a gente é: almas que tem um corpo!). E a gente não diz “nossa, seu olho é castanho!” como um elogio — porque isso é característica apenas — ou “uau seu olho é verde!” como se fosse um defeito. Portanto, ser magra ou ser gordinha também é só característica, e não elogio ou demérito.

Um corpo que quem se alimenta com o que nutre de verdade, faz exercícios físicos com frequência regular e que dorme horas suficientes pra estar descansado É UM CORPO SAUDÁVEL. E um corpo saudável é sempre bonito — seja em manequim 38 ou 46.