Booger Network

Sobre a Rede

Booger Network é uma compilação de blogs dispostos em diversas categorias. Estamos em fase de expansão e em breve teremos mais blogs e diferentes categorias.

Anuncie

Integer erat orci, congue sed feugiat eu, pharetra in tellus. Nulla vel est et mi fermentum ullamcorper at a justo. Fusce scelerisque nisi vehicula mauris placerat quis accumsan dolor adipiscing. Donec tempus, nibh ut volutpat fermentum, mauris sem imperdiet ante, at dignissim magna tortor in dui. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Blogueiros

Praesent ac elit metus. Ut sed sem nec lorem fringilla molestie a vel risus. Phasellus a commodo felis. Praesent at libero velit.

Leitores

Donec facilisis, sapien ut elementum faucibus, justo urna dignissim sapien, vel elementum lorem est euismod nisi.

Anunciantes

Fusce vitae nunc mi, quis faucibus orci. Nam id lorem justo. In arcu lectus, commodo eget pharetra sed, rutrum quis sapien.

Arquivo do Autor | Vanessa

Vanessa escreveu 2666 artigos neste blog.

Oh, yes!

por em 28/05/2013 às 22:10

603586_624968760863978_1716496396_n

A música na nossa vida

por em 27/05/2013 às 9:00

musicaMe bateram certos pensamentos inquietos. Nestas ocasiões, costumo apelar para canções. As deixo no último volume e isso normalmente resolve.

Música. Ela está sempre comigo. Como um relacionamento sério.

Confesso que minha playlist é uma orgia. Tem tudo que você possa imaginar. Uma penca de música escrota. E são elas que grudam na minha cabeça como ex-namorada ciumenta após levar um fora. Amor cafajeste. Sempre falo que irei excluir alguma, mas não faço. Deixo elas lá. Um exemplo clássico de sadomasoquismo. Eu odeio, só sei um pedaço, dou risada, me embala, mas enfim… Deixa assim.

Quando encarno numa música, ou ela me remete a alguém ou uma situação, escuto sem parar. Repito e repito. Quando estou  mal, ou preocupada com algo, procuro aquela que me faça pensar melhor. E aí, indago: “como não tinha reparado nesta letra?“.

Agora, por exemplo, ao som de “Quase Sem Querer” do Legião, poderia falar por horas de todas as vezes que desperdicei chances. Seja qual motivo tenha levado isso a acontecer. Não quero provar nada a ninguém. Qualquer um poderia ter uma vida completamente diferente se tivesse seguido seus instintos desde o inicio.

Concluo, então, que existem músicas certas para momentos certos.

E sou assim mesmo. Coloco cada instante de minha vida em uma música. Cada ser numa trilha sonora. Seja ela boa ou ruim.

A necessidade de escrever

por em 24/05/2013 às 4:55

redes_sociais_insoniaPara mim, resta escrever. Há os que saiam por aí gritando tudo que têm vontade e acham que publicar um texto é “um impulso incontrolável“, mas isso é apenas uma conversinha besta dos que adoram se dizer amantes da escrita. Amantes da escrita sim… E se masturbam com dicionários, por acaso?

Na verdade, escrever é algo que torna-se um hábito. Então você não tem opção de parar. Quando menos percebe, o faz mentalmente. Organiza as ideias em orações, orações em parágrafos e parágrafos em textos. Nesta hora sente vontade de passá-lo a algum lugar onde possa ser visto. Há essa necessidade.

Escrever assim é algo que só precisa de inspiração. A única coisa que pode deter esse envolvimento com as letras é a falta de ideias. E ela é traiçoeira. Quando chega costuma ser duradoura. Passo semanas sem rabiscar nada. Até que uma madrugada qualquer, como a de hoje, acordo e não consigo dormir porque meu cérebro cisma que quer produzir. Então começo a armar algo mesmo sem ter nada com o que preenchê-lo. E fico assim, sem pregar os olhos, até que resolvo sentar aqui e escrever. E agora, tento dizer ao meu cérebro que o dever está cumprido.

Será que já posso dormir?  Bom dia!

Precisando de amor próprio?

por em 21/05/2013 às 21:49

942702_4728910273089_846274141_n
Pode contar com a gente!

Tá explicado!

por em 21/05/2013 às 19:10

Tá explicado… o porque de tanta gente usando essas calças.

970959_577630495604270_246665504_n

Amor à primeira vista?

por em 21/05/2013 às 18:06

euacredito

As recalcadas adoram.

A (quase) morte de uma filha

por em 20/05/2013 às 9:00

HOMEM PENSANDO EM FUNDO AZULAssim foi o sonho de quem viu a sua filha deitada num caixão mortuário.

Aquilo não significava que ele desejasse ver sua filha morta. Ou significava? Aquele sonho simplesmente ocultava um desejo de poder abraçá-la uma única vez. De talvez olhar pra ela e dizer: “Eu te amo“. Só que isso não é tão fácil…

Quanto arrependimento. E se tivesse acontecido mesmo? Porque nunca conversou com ela? A elogiou? Abraçou? Exceto no Ano Novo. Esta era a única data em que a olhava e abraçava. Meio que rápido, por obrigação. No aniversário, apenas fingia que era um dia como outro qualquer. Era mais fácil.

Parece que havia esquecido o quanto é doloroso não poder expressar o sentimento. Por que é tão difícil? Não deveria ser mais fácil? Amo, você ama, nos amamos. Pronto. Sem muros e orgulhos. Alguns ousam dizer que pais são assim, sem sentimentos. Eles podem, falam outros, não se deve dar tanta importância a pequenos detalhes. Pais fazem coisas deste tipo.

Relembrou o passado e que não era possível retomar as escolhas. Como foi apenas um sonho, e por mais real que tivesse sido, refletiu que deveria falar o que sente enquanto ainda pode. Ela ainda pode escutar. Pelo menos ia fazer um esforço… uma tentativa… por mais que no fundo soubesse que tudo ia continuar igual.

Amiga do ex? Ah, não...

por em 16/05/2013 às 2:35

ex_amigo_01“Olá, me chamo Cristiane, tenho 21 anos e terminei há alguns meses um relacionamento pra lá de perturbado (foi meu primeiro namorado e ficamos juntos 4 anos). Não temos condições de sermos namorados porque ele é uma bomba relógio. Já definimos que não existe mais respeito e acho que nem amor. Ele me traiu, me fez sofrer, etc. O problema é que ficamos tanto tempo juntos, nos conhecemos tanto que sinto a falta dele. Queria muito que fossemos amigos e voltássemos a andar juntos. Meio que conversamos e decidimos que seremos só amigos. Vocês acham que isso é possível?”

Ex-namorado não é e NUNCA vai ser somente seu amigo. Não suporto aquela conversa mole do tipo “podemos ser amigos” quando alguém quer dispensar o outro. Como ser amigo de alguém que você amou? Conviveu e conhece tudo (ou quase tudo) da pessoa? Não dá, simplesmente não rola. Não comigo. Não sei você, mas sou vítima confessa das memórias e estas não me abandonam.

Continue lendo →

Considerações sobre você

por em 15/05/2013 às 21:53

imagesVocê possui um lança-chamas na língua que, em segundos, reduz qualquer ser superior a um montinho de cinzas.

Que na primeira lufada de vento transforma-se em nada.

Você sempre nada contra a corrente. Está acima do seu tempo.

Sua filosofia de vida é: sexo, drogas e rock and roll. Não necessariamente nesta ordem.

“Ah, deixa de papo furado” – você me interrompe antes de dizer – “me prepara a vodka que já estou na banheira!”.

 

Uma hora você acha...

por em 23/03/2013 às 21:07

acha

… e aí, valerá a pena ter esperado.

E se Da Vinci pintasse a Monalisa hoje?

por em 19/12/2012 às 22:02

A arte feminina em fazer biquinhos para as fotos!

Mulheres não se cobrem tanto...

por em 19/12/2012 às 17:14

Quantas mentiras nos contaram. Foram tantas que a gente bem cedo começa acreditar e, ainda por cima, se achar culpada por ser burra, incompetente e sem condições de fazer da vida uma sucessão de vitórias e felicidades.

Uma das mentiras é que nós, mulheres, podemos conciliar perfeitamente as funções de mãe, esposa, companheira e amante. Além disso, ter uma carreira profissional brilhante.

É muito simples: não podemos. Não podemos porque nos dedicamos de corpo e alma ao filho recém-nascido que na hora certa de mamar, dorme e que à noite, quando devia estar dormindo, chora com fome. Não podemos porque é difícil estar bem sexy quando o marido chega para cumprirmos um dos papéis considerados obrigatórios na trajetória de uma mulher moderna: a de amante.

Aliás, nem a de companheira.  Quem consegue trocar uma ideia sobre a poluição da Baía de Guanabara, se saiu do trabalho e passou no supermercado rapidinho para comprar uma massa e um molho já pronto para resolver o jantar, e ainda por cima está deprimida porque não teve tempo de fazer uma escova?

Continue lendo →

Mulher só se fode!

por em 11/12/2012 às 16:21

Gostamos de desafios.