Booger Network

Sobre a Rede

Booger Network é uma compilação de blogs dispostos em diversas categorias. Estamos em fase de expansão e em breve teremos mais blogs e diferentes categorias.

Anuncie

Integer erat orci, congue sed feugiat eu, pharetra in tellus. Nulla vel est et mi fermentum ullamcorper at a justo. Fusce scelerisque nisi vehicula mauris placerat quis accumsan dolor adipiscing. Donec tempus, nibh ut volutpat fermentum, mauris sem imperdiet ante, at dignissim magna tortor in dui. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Blogueiros

Praesent ac elit metus. Ut sed sem nec lorem fringilla molestie a vel risus. Phasellus a commodo felis. Praesent at libero velit.

Leitores

Donec facilisis, sapien ut elementum faucibus, justo urna dignissim sapien, vel elementum lorem est euismod nisi.

Anunciantes

Fusce vitae nunc mi, quis faucibus orci. Nam id lorem justo. In arcu lectus, commodo eget pharetra sed, rutrum quis sapien.

Ela sente dor e me deixa na mão

por em 12/04/2013 às 17:21

+ 18, Dicas, Na hora H, Papo com o leitor, Relacionamentos

FrustradoOlá Gabe, primeiramente quero parabenizá-la pelo ótimo blog que tem. As suas dicas são ótimas e tenho certeza que muita gente recebe o auxílio necessário e sincero de sua parte. Devido a isso que eu escrevo, preciso muito de um conselho.

Deixe-me apresentar: Prazer! Meu nome é Pablo, tenho 24 anos e estou num relacionamento há exatos 2 anos e 11 meses. Eu e minha namorada nos conhecemos no início da universidade e desde o segundo semestre estamos namorando. Como a gente desfruta de um círculo de amigos semelhantes, não pedi conselhos aos meus amigos para não a expor e nem a nossa intimidade, por isso também recorro a você.

Fui (e sou) o primeiro namorado dela. Posso dizer que sou bastante rodado e muito mais experiente do que ela. Assim, durante esse tempo quando uma pegação ia rolar ela parava sem explicar o porquê. Pode imaginar o quão broxante era… Depois, conversando com ela sobre isso, falou para mim que era virgem e nunca tinha ficado com alguém de um jeito mais forte. Compreendi. Estava muito apaixonado. Ela é maravilhosa, linda e engraçada. Muito bacana mesmo, não tem como não gostar dela.

O início do namoro foi tranquilo e a gente se dava muito bem. Raramente (quase nunca) rolava um pegação mais quente, como disse antes, isso acontecia até quando a gente ficava. Fui achando isso muito estranho, pois eu estava acostumado a outras coisas. Geralmente sempre rolava uma pegação muito quente e sexo com outras mulheres que já havia me envolvido durante o tempo que eu ficava ou namorava com elas. Cheguei e conversei com ela novamente sem pressioná-la, pois acho isso atitude de babaca, e ela entendeu muito bem. Abriu o jogo e disse que queria esperar um pouco até se sentir mais preparada, pois ela queria também e etc. Aguardei o tempo que foi preciso para ela: 2 anos. Só que durante esses dois anos começou a rolar uma pegação mais forte só que em vez de raramente, passou para pouquíssimas vezes.

Mesmo assim compreendi, a primeira vez de uma mulher tem que ser do jeito que ela quer e de uma maneira maravilhosa e inesquecível. E eu sendo o namorado dela tinha o dever de poder proporcionar isso a ela. E fiz: aluguei um quarto num hotel 5 estrelas, velas, vinho e rosas espalhadas na cama. No outro dia mandei um buquê de rosas colombianas. Durante o ato fui gentil, carinhoso e amoroso. Só que o sexo não foi como o esperado. Nem para mim, nem para ela. Fora isso, tudo ocorreu tranquilamente. Pensei que isso ocorreu porque era a primeira vez da gente e que iria melhorar aos poucos. Entretanto, não é isso que vem ocorrendo.

Sinceramente vou ser direto e grosso: o sexo é uma merda! Juro que não queria ter que dizer isso. Acontece que nesses 11 meses, após a gente ter feito amor pela primeira vez, acredito eu que nós não fizemos mais de 20 vezes. Para um casal na flor da idade- eu com 24 e ela com 22- tem algo incomum nisso. Acontece que toda vez que transamos na hora que vou penetrá-la dói a ponto de algumas vezes ela chorar. O KY é sempre presente nas nossa relações e já aconteceu dela nem ficar molhada e broxar duas vezes. Sempre recebi elogios a meu desempenho na cama e isso foi algo que mexeu comigo de um jeito que nem sei explicar. Claro que ela também fica mal com isso. Vendo tudo isso ocorrer, fiz meu papel de namorado: conversei sobre isso com ela, fui ao ginecologista com ela para tentar resolver, falei que podia ser psicológico, fui atrás de um psicológo para ela, apoiei-a em tudo e fui novamente compreensivo. Mas, eu acho que ela fez pouco caso disso.

Ela não conversa com as amigas sobre o assunto e sobre o que podia fazer para melhorar e só foi realmente atrás de um tratamento efetivo nesse último mês. Fazem dois meses que eu não a procuro (só eu que vou atrás) desde a última broxada dela. Eu estou receoso de ir para cama com ela e chegar lá e ela broxar de novo ou então chorar. É muito frustrante para qualquer pessoa essa situação. Outra coisa que também não falei: sempre que vamos fazer amor ou quando rola um amasso, sempre, sempre, sempre, sempre, sempre eu a faço gozar seja com sexo oral seja a tocando, porém ela não se preocupa em me dar algum tipo de prazer; ela me deixa na mão literalmente. Eu estou muito ACABADO com isso, frustrado mesmo, muito FRUSTRADO. Não estou bem. eu como homem, sem querer ser machista, tenho certeza que se estivesse solteiro estaria transando MUITO mais e não passando por esse constrangimento. E para mim namoro é: 50% diversão e 50% sexo e um completa o outro. Se vc tem um e não tem outro, não tem para que namorar e eu tenho só os 50% de diversão.

Gosto dela, a AMO e não quero trair só pelo sexo. Tenho pensado bastante sobre terminar o relacionamento. Preciso de um conselho de amigo. O que vc faria na minha situação? To perdido. Por favor, me ajuda.

Obrigado desde já,

Pablo

Querido, posso dizer por experiência própria que isso acontece no começo, senti bastante dor na hora da penetração durante as primeiras 20 vezes. Até hoje não existe essa de meter do além, porque eu sinto dor mesmo! O que eu fiz foi: Preliminares gostosíssimas para relaxar e lubrificar BEM. Depois é ir com calma, fala para ela ir por cima e ir sentando conforme vai conseguindo, bem devagarinho. Respirando fundo, relaxando mesmo…

Você faz oral e masturba, mas não entendo como ela não fica bem lubrificada depois de inclusive gozar! Entendo que o medo de doer sempre faz com que exista uma dificuldade muito maior de relaxar. Chorei algumas vezes com medo de que nunca fosse NÃO doer, sabe? Mas a intimidade que eu tinha com meu namorado foi me deixando confortável, aos poucos. Sei que o apetite sexual é diferente em cada um, mas depois da minha primeira vez eu tentei mais umas cinco vezes no mesmo dia e não havia esperado dois anos, como vocês. Se bem que ela nunca teve muito interesse mesmo antes, né?

Gostaria de saber o que o ginecologista e psicólogo disseram sobre a sua namorada, porque existem inúmeras razões para que aconteçam essas coisas. Qual foi o tratamento efetivo que ela buscou? É importante saber o que ela pensa sobre tudo isso, também. Ela sente tesão? Ela buscava você ANTES da primeira vez para os agarramentos?

Penso que você é um excelente cara por ter respeitado ela e ainda mais por tentar ajudá-la a superar isso, mas é óbvio que você está frustrado! Até agora você está esperando o momento que você imaginou que teria com ela, quando esperou todo esse tempo. Infelizmente não existe mais o que VOCÊ possa fazer acerca disso, você já buscou ajuda para ela, conversa e está ao lado dela. Penso que ela deve tentar resolver isso sozinha, já se passou quase um ano, ela deve estar frustrada também, mas o corpo é dela. Ninguém além dela pode resolver isso.

Sugiro que você converse com ela antes de terminar porque mesmo que vocês não tenham a penetração vaginal existe MUITÍSSIMAS coisas a fazer, não é? Ela está passando por isso e realmente é horrível, mas que não role nada além das tentativas eu não consigo entender. Diga que você está cansado da inércia dela, proponha uma noite diferente: Façam coisas tipo vendar o outro e ir explorando o corpo todo, massagens, dancem juntos, coisas que vocês normalmente não fariam mas que excitam, dão tesão. Tentem reascender o relacionamento, de repente numa noite gostosa dessas tudo dê certo. Se ela se recusar as ideias aí sim percebe-se que ela não tem interesse, nem em melhorar, nem em você sexualmente.

Um beijo meu,
Gabe
gabe@malvadas.org

22 Comentários

  1. Jr disse:

    Olha, um conselho que te dou também elem dos quais gabe já deu, é tipo, devido você ter sido a primeira vez dela pode ter ocorrido infecção simples principalmente se vocês tiverem feito sem camisinha (y), aconteceu comigo, daí eu e minha parceira fomos no genecologista.. e depois deu tudo certo. estamos á 1000 maravilhas e sem DOR (y), faça as dicas da gabe via dá certo também.

  2. Prado disse:

    Caaara… O mesmo aconteceu comigo, também comecei namorar uma colega de facu e ela era virgem e demorou 1 ano e meio pra a gente chegar nos finalmentes… No começo ela sentia muita dor, até hoje a depender da posição ela ainda sente. Fomos em vários médicos ver se ela tinha algum problema e nada, o caso foi que ela é pequenininha e a cavidade da vagina dela é rasa então com uma penetração muito profunda acaba gerando dor ou desconforto. então o negócio é ir pegando leve até ela acostumar, às vezes eu tinha que penetrar com o pênis não totalmente duro (acho que a palavra é essa) e deixava ficar 100% lá dentro aí ela não sentia dor.

  3. jOE disse:

    Desista,Ela não te quer mais, é uma espécie de síndrome de aversão. Sai fora, antes que você pire. Falo sério, não de chances para continuar. Ela tem dó de você, por causa disso, te deixa beija-la, mas na hora “h” a desculpa prevalece.

      1. Yasmin disse:

        Concordo com o Joe tbm. As meninas sempre sentem dor no começo mas depois para. e como ja se passou tanto tempo e ela ainda reclama é porque ela nao quer mais. E vamos combinar que ela poderia dar um “jeito” nisso.

  4. bom, sofri desse mal durante anos… sim, anos… estou em um relacionamente ha exato 7 anos, nos 2 primeiros anos eram mil maravilhas, varias vezes energia mil, depois eu sintia mta dor, de chorar mesmo nem qnd foi minha 1ª vez foi tao doloroso, fiz inumeros exames e nenhum problema FISICO, passei por muitos medicos diferentes, conversei com varias pessoas mais velhas, mais novas, mais experientes, pesquisei mtas coisas, enfim, uma pressao psicologico fortissima do meu noivo, descobri que era psicologico mesmo decido a problemas cotidianos, mtas brigas, ele era possessivo d+, era um inferno a minha vida, PRESSAO PSICOLOGICA POR MIM MESMA, devido ao fato de TER QUE TRANSAR, MEDO DE PERDER ELE POR NAO TA CONSEGuINDO, hj faço acompanhamento e tbm uma ginecologista especializada diagnosticou vagina curta/rasa, entao tbm doi em algumas posiçoes… CONCLUSAO: primeiro converse com ela, dê confiança, evite brigas, para a mulher é um todo que faz querer ter relaçao, é troca de carinho, a semana, o dia foi bom, nao eh sexo por ser sexo…

    1. No meu caso, tenho vaginismo! Somente após 1 ano e meio de namoro conseguimos ter penetração completa! Foi muito difícil… muitas brigas… quase desistimos…

      Até hj… quando fico estressada com algo fica difícil fazer algo….
      Ele é sempre muito atencioso… carinhoso… e sempre me faz ótimas massagens relaxantes!!!

      Fica a dica… ah… se ela tiver vaginismo… procure um ginecologista extremamente atencioso (todos os que fui focam grosseiros e não sabiam me diagnosticar!)

  5. Alice disse:

    Pablo,
    Se um bons profissionais disseram que a sua namorada não tem nenhuma doença, só tem uma possibilidade: ela não goza. Você que acha que ela goza… ou ela que mente… Porque não dá pra continuar sem lubrificação depois de gozar! Nem sem vontade quando se está quase lá. E outra coisa: fez tanta questão de repetir que é super experiente, que é mais vivido, que sempre foi elogiado, que valoriza tanto o sexo que sei lá.. se a sua namorada não se interessa nem um pouquinho, você devia tirar o foco dela e ver onde você pode estar errando… antes de pensar em terminar com ela.

  6. Jonas disse:

    Passei por isso tbm, tentamos mtas coisas diferentes pra melhorar, ela sempre invetava desculpas pra não ir ao médico.. Até um dia de eu começar a achar que o problema era comigo igual a Alice falou, fiquei mto mau, baixou minha auto-estima, eu pensava que eu não gerava desejo nela, fiquei mto ruim mesmo, e até hj depois de 3 anos que agente largou fico me achando inferior, e não me acho atrante… Depois de mto procurar e ler mta coisa na internet percebi que o problema não era eu, fiquei com várias mulheres e todas foram normal, dava pra sentir que elas estavam gostando, ai percebi que o problema não era comigo, mas sim com ela, e eu nunca vou saber qual era o problema dela, também não me importa mais, mas até hj minha auto-estima ainda está baixa por causa do que aconteceu.

  7. Jeane disse:

    Ah eu ate entendo ela que na primeira vez a mulher sente dor msm,que ela fica insegura e tals,mas acho q ela nao sente é tezão msm!Eu amo sexo,e pra mim ela nao gosta do trem,e pelo q vc falou ela tbm tem nojo de vc.DESCULPE A FRANQUEZA…

    1. Alice disse:

      Nojo nao, nao da pra dizer que é isso! Ela pode ter anorgasmia ou ser egoista mesmo e nao se preocupar em te satisfazer. Nesse segundo caso, a melhor opçao é se dar uma valorizada e quando voce a deixar bem excitada, pedir uma coisa ou outra pra ela.

  8. Sofremos por fazer coisas que não devemos, amar quem não nos ama, querer quem não nos quer. Ás vezes mentimos para nos livrar de alguma conseqüencia, mas acabamos descobertos. Amar demais, querer demais, fazer demais, chorar demais, tudo demais é veneno! Meu veneno foi amar demais e chorar demais. Amar demais quem não me amava, chorar demais por quem não merecia. Sofri por cada erro a sua conseqüencia e ganhei por te perder. Te perder foi um ganho de certa forma, é como eu disse no começo -há coisas que não tem explicação, não dá pra explicar como ganhei, mas posso afirmar que ganhei, e muito. Certa estou de que você nunca irá sentir minha falta, embora eu ainda sinta a sua. Mas saudade passa, amor passa, solidão passa, demora, mas passa. Um dia tudo passa, por que afinal nada dura para sempre!

  9. Xará disse:

    Xará. Eu era do tipo de cara que gostava de dar 3,4,5,6,…. Me vangloriava de dar 2, 3 sem tirar. Era O BEM FALADO DA MULHERADA. Daí encontrei o amor da minha vida e passei pela mesma situação que você, durante 4 anos, até traí-la. Daí eu percebi que tinha feito uma grande merda traindo, me arrependi e contei pra tudo pra ela, ela perdoou. Então parei de pressioná-la quanto a sexo, parei de criar expectativas, parei de querer ser o atleta bonzão de cama. Me acostumei a ir só até o ponto no qual ela ficava feliz e satisfeita. Com isso ela parou sentir que me fazia infeliz na cama e eu parei de ficar infeliz por conta de sexo. Daí naturalmente o sexo melhorou nos dois últimos anos, sem eu precisar fazer esforço nenhum. Depois disso nunca mais usamos KY, e olha que ela foi diagnosticada com canal estreito lá no passado (da mesma forma relatada pelas leitoras nos comentários).

    Pare de quantificar uma relação em percentuais, 50% de diversão, 50% sexo. A relação é um todo que tem de estar em harmonia. Não é a imposição de desempenho na cama que o mundo atual impõe aos casais.

    Eu já visitei muito esse site, procurando respostas. Pro meu caso, os comentários nunca ajudaram. Então aproveite meu relato, porque eu aprendi do jeito mais difícil, errando, sofrendo e fazendo sofrer. Curta mais a relação que o sexo vai melhorar com tempo, e quando se der conta vai ser melhor que qualquer outro que você já teve.

  10. Destrói seus inimigos e põe anjos pra mostrar saída Dando escape com sua forte mão Preservando sempre sua vida. Porque pra livrar um justo, Deus destrói uma cidade Faz cair ao chão, Deus é sempre fiel, pra livrar o servo seu.

    1. Hã? disse:

      Vish!…kkkkkkkkkkkkkkkk

    2. Yasmin disse:

      ” Dando escape com sua forte mão” ????? O cara ja deve ta cansado disso.

  11. x disse:

    Ja passei por isso durante 3 anos também, ela dizia estar muito excitada e queria mas na hora H ela travava. ela tinha problema de pouca lubrificação, que era uma contaminação por bactérias, isso aumentava o problema… MAS o real problema é que descobri q ela não gostava de mim e não tinha motivos para terminar.

  12. Vou ser sincero com você, cai fora cara, ela pode até dizer que te ama, mas isso acontece com minha ex e o ex dela, ela gostava do cara falava até que amava ele, mas isso é mais pelo tempo juntos e a falta um do outro, e regeitava ele sexualmente, até pra beijar chego uma epoca que ela nem o beijava, ela gosta de você pode gostar até bastante mas não tem atração sexual, só quer companherismo seu, éssa é a verdade, infelizmente, vlw boa sorte cara!

  13. Meel disse:

    Cara larga essa mina !! você é um lord e ela não te valoriza, não creio que seja algo psicológico não, a menos que ela seja frígida… Desculpe a sinceridade mas eu sou assim mesmo, curta e grossa. Sem mulher você não vai ficar acredite ;)

  14. Léo disse:

    Te entendo rapaz.
    Passei por uma situaçao parecida em 03 anos de relacioanento e a namorada sentindo dor. Depois de algumas ginecologistas, descobriram que o colo do utero(acho que é isso nao sei explicar direito) meio que desce, enfim a posiçao papai e mamae nao rola de fazer porque meu penis curvado pra cima sempre ira machuca-la, entao depois disso ficou show de bola, novas posiçoes e talz. Ve ai quem sabe é algo parecido

  15. Lucas disse:

    Eu tive uma namorada que era assim também, na hora da penetração ela travava. Mas adorava quando eu fazia sexo oral nela. No dia do meu aniversario fui comemorar com ela no motel e lá fiquei só brincando com os dedos na xana dela enquanto bebíamos um vinho. Na segunda garrafa ela já estava um pouco alta. Em resumo; ela me fez sexo oral, vaginal e anal varias vezes. Destravou tudo e nossa vida melhorou muito. As vezes o que falta é uma certa pegada.