Booger Network

Sobre a Rede

Booger Network é uma compilação de blogs dispostos em diversas categorias. Estamos em fase de expansão e em breve teremos mais blogs e diferentes categorias.

Anuncie

Integer erat orci, congue sed feugiat eu, pharetra in tellus. Nulla vel est et mi fermentum ullamcorper at a justo. Fusce scelerisque nisi vehicula mauris placerat quis accumsan dolor adipiscing. Donec tempus, nibh ut volutpat fermentum, mauris sem imperdiet ante, at dignissim magna tortor in dui. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Blogueiros

Praesent ac elit metus. Ut sed sem nec lorem fringilla molestie a vel risus. Phasellus a commodo felis. Praesent at libero velit.

Leitores

Donec facilisis, sapien ut elementum faucibus, justo urna dignissim sapien, vel elementum lorem est euismod nisi.

Anunciantes

Fusce vitae nunc mi, quis faucibus orci. Nam id lorem justo. In arcu lectus, commodo eget pharetra sed, rutrum quis sapien.

O que uma mulher mais velha (com filho) quer?

por em 26/01/2012 às 10:28

Papo com o leitor, Relacionamentos

Me chamo Diego, tenho 27 anos, sou bem sucedido na vida profissional e, como a maioria, já levei alguns tapas da vida.

Depois do último passei a agir diferente e não me apaixonei mais. Chueguei ao ponto de começar a gostar das garotas e, em seguida, apagar os números de telefone e deletar as mensagens para não ter mais contato e “barrar” este sentimento.

Confesso que isto é muito eficaz!

É um filtro que só deixa passar as pessoas que estão realmente a fim de você. Foi assim que conheci minha ex. Ela insistiu em continuarmos saindo e eu resolvi nos dar uma chance. O namoro durou 11 meses e terminou há 1 mês. Neste tempo não me deixei apaixonar. Era um relacionamento de total sensatez onde eu só fazia as coisas com riscos analisados.

E sim, foi muito bom enquanto durou.

Não sofri nem um pouco e fui capaz de minimizar ao máximo o sofrimento dela quando terminamos.

Há uma semana, fui a uma boate com um amigo que também é recém solteiro. Ele chamou uma amiga que levou outras duas amigas. Ficamos conversando até que ele disse que a loira (por sinal eu havia a achado linda) estava afim de mim. Fui lá conversar mais com ela e ver o que dava… Nem preciso dizer que não deu né? Ela me cortou e  fui ao banheiro pensar sobre o fora.

Quando voltei, vi que ela estava conversando com meu amigo, então demorei um pouco mais para retornar. Ele me disse que ela tinha feito “charminho”. (Meninas, uma dica: Não façam isso! Adolescentes podem gostar e até estarem acostumados com isto, mas homens não. Nossa paciência é bem menor para tal ato e vocês podem perder alguém legal com isso.) Por insistência deste meu amigo e da amiga dela voltei, conversei e ficamos.

A garota, que aparentava 23 anos, tinha 35 e me contou que tem um filho de 3 anos. Para muitos esse é o pacote perfeito para pular fora, mas estranhamente não pra mim. Ao contrário, mandei mensagem no dia seguinte e marcamos de sair na segunda.

Durante a semana conversamos todos os dias. Saímos na sexta, sábado e domingo. O fato é que, após alguns anos de total controle dos meus sentimentos e de racionalidade, estou gostando de alguém e o “problema” é que se trata de alguém diferente. Ela é exatamente fora do meu conhecimento e não posso ter o controle da situação.

Estou no momento chave onde preciso definir se apago o telefone dela da minha agenda junto com as mensagens ou se me deixo levar e corro o enorme risco de levar mais um “tapa bem dado”. (Sim, baseado no que já passei, para mim o risco não vale o benefício de um amor a menos que o risco seja controlado).

Eu gostei desta pessoa e estou gostando dela a cada dia que passa, porém ela é diferente das outras. Ela não manda mensagens, nem liga, mas responde prontamente quando eu mando, quando eu ligo ficamos muito tempo conversando e é carinhosa quando estamos juntos.

Não sei como lidar com uma mulher mais velha que já tem um filho. Sei que não sou nem de longe a pessoa mais importante para ela e isto também nunca serei, pois este lugar é do filho (natural que seja assim).

Gostaria muito da sua opinião sobre alguns pontos, se for possível claro!

– O que uma mulher de 35 anos e com um filho de 3, quer da vida?
Quer um homem para assumir o papel de marido, onde ele paga as contas e dá uma boa condição a ela e ao filho;
Quer um amor e que goste do filho;
Quer apenas curtição, pois já teve suas experiências e já tem um filho.

- Como tratar uma mulher destas?
Com carinho mostrando que está por perto através de mensagens e telefonemas;
Com relação pura de homem e mulher, apenas aparecendo quando for para sair, dando assim um “tempo extra”.

Anônimo
———–
Querido, de repente ela tenha atraído TANTO assim justamente por não colocar você como prioridade. Você agora encontrou uma mulher que tem responsabilidades e que, aparentemente, não facilita para qualquer cara se aproximar. Infelizmente não tenho o poder de saber o que uma mulher com 35 anos e com filho quer da vida, até porque você está perguntando de uma pessoa que eu não conheço. Suponho que ela queira um cara que seja legal com ela, compreensivo e que não tenha problema com o filho, porque proximidade é o que vai levar você a gostar do menino e ele de você.

Acredito que se você se afastar dela vai ser bem idiota da sua parte. Se você gostou dela pra que se afastar? Toda essa função de controlar sentimentos é meio sem fundamento… Porque você está limitando o seu sentimento, não controlado. O ponto chave da relação é a entrega, se você não se entregar não adianta se relacionar por companhia, sexo ou qualquer outra coisa. Pode ser bom, mas a busca do controle não é o que faz as pessoas se apaixonarem e amarem. Quando você entra em um relacionamento o controle é colocado de lado para dar lugar à cumplicidade.

Além disso você deve retornar às origens e tratar ela como ela merece. Entenda que ela, a princípio, não vai aturar merda de garotinho inexperiente, porque ela cria um. Então você deve tratar ela como quer ser tratado, porque pelo que entendi ela corresponde sempre a o que você oferece a ela.

Um beijo meu,
Gabe
gabe@malvadas.org

41 Comentários

  1. Fabio disse:

    Prezado Anônimo, você já parou pra pensar que você não é o pai da criança, e por isso não precisa se “preocupar” em se portar como tal? E nem pode, pois você não tem autoridade nenhuma com o garoto, até que ele lhe mostre isso. Então relaxa, e encara o filho dela como uma criança normal, e não como uma bagagem de outra pessoa que você teria que carregar. Deixa o tempo te mostrar se o teu apego à criança (e dela a você, principalmente) te dá a liberdade para ter a postura de pai.

    Quanto ao mulherão, ela é mãe. Então como mãe, os padrões de homem que ela vislumbra podem não ser AINDA os que você tem – e a rotina dela também não condiz com a sua, de solteirão. então aí você tem que compreender as condições dela como mulher mil vezes mais responsável que você, e de mãe. E já que o envolvimento de vocês ainda está no campo da “paixão”, do “conhecer” inicial, que tal você abordar o assunto? Não precisa começar o papo dizendo “Olha, vou ser o melhor pai pro seu filho do que qualquer outro”; vocês não tem que discutir sobre obrigações que você não tem. Converse com ela sobre como você imagina que é a vida de mãe, sobre como é bacana ela se cuidar tão bem mesmo tendo tanta responsabilidade, quer dizer, começa com aquele papinho clichê mesmo, de boa. E puxa a sua opinião pro papo, da forma mais descontraída. É muito mais saudável você tentar descobrir de que forma ela gosta de falar sobre o assunto com você. Afinal de contas, você tá apaixonado por ela, e não quer ser somente um pau amigo, ou cair na “Friend Zone” assim tão rápido. E mulheres do tipo dela não gostam de homens que não sabem o que falar, e que mostram insegurança e charme superficial o tempo todo. Ter o que falar é muito melhor pra essas mulheres do que ser “labioso”.

    Antes que alguém pergunte, sou pai de duas meninas lindas, e minha esposa tem a minha idade. E a gente se dá super bem. E é por sermos tão cúmplices um do outro que eu sou feliz com ela, e ela se mostra feliz comigo. Nossas filhas não são obrigação – são um bônus pra relação. Taí a dica. Aprenda a gostar do filhão dela, quem sabe ele não começa a te enxergar como um herói, um “tio” super legal, daqui a um tempo. E você ganha milhões de pontos com a gatona! ;)

    Abraço!

    1. livia disse:

      concordo com o fabio… bjão e nao c afasta dela hein ….

  2. Siedorski disse:

    “Homem” de 27 anos? Então tá… usa bigode?

    1. pri disse:

      kkkkkkkkk! Essa foi ótima! Realmente… “Homem” de 27 anos, também acho complexo, principalmente sobre a “maturidade” que ele lida com sentimentos!

      1. Taito disse:

        ué? eu também sou assim!!! e tem que ser, se quem confia muito e cria espectativas sem analizar friamente as situações, as chances de se decepcionar são grandes!
        Amigão, você está agindo corretamente sobre os seus sentimentos vulcanianos!!
        ‘vida longa e prospera’

  3. Thadeu disse:

    Já namorei 2 mulheres assim; é ótimo, tem suas recompensas, uma mulher com mais idade tem mais cultura, mais experiência, sabe o que fazer em qualquer circunstância. Com filho, é diferente, mas não quer dizer que é ruim; só tem que saber dar espaço: você não será prioridade. Terminei com uma delas justamente porque o filho não morava com ela, e sim com o pai, aí, nos fins de semana ele vinha pra casa dela, e aí percebi que ele ocupava o espaço de um namorado: saíam jantar juntos, cinema, shopping, etc. Como não tive espaço na vida dela, achamos melhor terminar. Mas falei isso a ela. Isso foi em 2009, e até hoje ela não encontrou outro cara. Com a outra, terminamos por outros motivos, mas acabei ficando muito amigo do filho. Tem as coisas chatas: por exemplo: você quer passar um fim de semana sozinho com ela, passeando. Vai ser difícil. Tem que se adaptar a levar o filho junto.

    1. Fabio disse:

      Peraí, você precisa explanar melhor essa sua história de “terminei porque não tinha tempo pra mim” melhor, porque agora só me pareceu que você tá todo errado! Você não participava da vida dela, era só um namoradinho? Era “ou eu ou o seu filho”? Mas que coisa! Explica isso melhor! Quem sabe ela até agora não encontrou outro cara simplesmente por não querer procurar, porque um babaca como você foi tem de monte por aí, e ela não quer mais perder o tempo que poderia ser direcionado ao filho dela, né! Fala sério!

  4. charles disse:

    Meu amigo, já passei por isso, fuja, fuja, como o diabo foge da cruz!!!

    Vou te dizer o que vai acontecer, por enquanto você só namora, vcs não moram juntos, ela precisa, isso mesmo, precisa de um homem para refazer a vida e ser um pai para o filho dela.

    Ela não está louca por você, tanto que espera você ir atraz, isso já é um sinal…

    Continuando, ela vai atrair mais você, vai ficar nesse jogo, jogando a isca e puxando quando você vem, nada de cair em seus braços.

    Então você namora mais, gosta mais, e pede em noivado, ela já vai dar o primeiro sinal e bem sutil do que vai acontecer, observe que ela vai diminuir um pouco o tratamento que faz com vc, isso poderá ser tão sutil a ponto de não ser notado.

    Quando você casar vem a tonelada de problemas, responsabilidades, ver o pai da criança, sem privacidade em casa por causa do filho, ciumes do filho, ver o pai discutindo com a criança, ou se não tiver pai, vc tomará parte dessa responsabilidade.

    Quando você tiver o primeiro filho com ela, seu mundo vai cair, você vai saber com quem realmente casou nesse momento, pq ela tem a segurança que precisa para parar de fingir e mesmo assim continuar com você.

    Talvez vc tenha sorte e isso não aconteça com você, ela continue legal como sempre (nunca vi um caso assim).

    Mais outra coisa me cutuca orelha, mesmo ela sendo linda, ela tem 35 anos, aos 40 muita coisa vai cair, quando ela tiver 45, poderá ser a baranga que vc rejeitava nas festas.

    Lembre-se de outra coisa, vc provavelmente não tem metade da experiência que essa mulher tem em relacionamentos.

    Casamentos hoje em dia se seguram mais pela capacidade da esposa de aguentar o marido, portanto, no mínimo ela não aguentou.

    Ela sabe jogar, pense nisso.

    Espero estar errado e que vocês sejam felizes. Mais normalmente você está entrando em uma encrenca e das brabas!!

    1. Darth Vader disse:

      Mulher com filho = CHUTA QUE É MACUMBA. Fonte.: Minha opinião pessoal

      1. Bete disse:

        kkkkkkkkkk, aqui dando um troço de tanto ri.Meu querido, nada melhor que uma mulher madura, independente e experiente; mesmo com o tal pacote do filho. Agora, mulher madura e sem independência financeira, pelo amor de Deus, só Jesus na causa… Ela pode ter filho, mas ela te quer porque viu em você uma pessoa interessante; então não pense em se afastar dela por algo que possa surgi no futuro, pois os problemas entre o casal, são inevitáveis. Bata um papinho com sua mãe, conselho de mãe costuma ser certeiro.

    2. Teste disse:

      Gostei do conselho: “Meu amigo, já passei por isso, fuja, fuja, como o diabo foge da cruz!”. Risos…

      Eu concordo com o que você escreveu amigo e digo mais: ela está manipulando a situação, mulher é diabólica!

      Uma mulher dessas que já teve uma vida sexual ativa só engana trouxas… agindo como uma menininha inocente para levar algum otário ao altar.

      Faça como o amigo aconselhou: CHUTA QUE É MACUMBA!

    3. Cícero disse:

      Amigo, já passei por uma dessas, ela vai te manipular moldando-se ao teu jeito de ser e o sexo certamente vai ser sensacional, mas CAIA FORA AGORA, AGORA!
      Você é jovem e solteiro, vai fazer o TEU FILHO.
      Não seja você o capitão, acredite nas palavras dos forumeiros homens porque somos todos irmãos.

    4. Beto disse:

      Meu….concordo com você é isso mesmo o que acontece, elas vem com um sorriso lindo e depois se transformam no que realmente são: BRUXAS. Saí fora o quanto antes se o marido não aguentou você não vai aguentar também kkk.
      Eu caí neste conto mas graças a Deus consegui sair vivo. E outra tá cheio de mulher no mundo e não precisa ficar enroscado em uma ainda por cima mais velha, na boa pega e descarta. É o que elas merecem.

  5. Mary disse:

    Dá pra entender que vc não queira se machucar, afinal, quem gosta de sentir dor? Só que vc já parou pra imaginar o seu eu daqui a dez, vinte anos? Será que vc não vai sentir um vazio de não ter preenchido a sua vida de mais emoções… será que não vai sentir falta de alguém que se preocupe com vc…
    Agora vc é novo ainda, o seu corpo obedece, quer ser livre pra agir qdo bem entender, parece estar bem profissionalmente… mas a maioria delas muda com o tempo.
    Se vc quer uma parceira que possa confiar e se entregar, isso quer dizer que vc quer amor. Amor não cai do céu. Vc tem que cultivar. Tem que regar, zelar, enfrentar a tempestade… e é assim que vai se entendendo o que é o amor. Nós seres humanos só entendemos o quanto o preto é preto porque existe o branco. É depois de uma experiência dolorosa e/ou humilhante é que conseguimos a dar mais valor para os atos de amor de quem está próximo.

    Talvez, essas experiências dolorosas que vc teve estavam mostrando que vc estava no caminho certo.

  6. Liliana disse:

    Ela é mega independente amigo… ela é bem resolvida e sabe o que quer e não pe do tipo de mulher grudenta e dá espaço pra vc respirar… quer coisa melhor?
    Uma relação madura e que pode acrescentar muito em sua vida!

  7. G disse:

    Fuja amigo! Não seja o capitão-salva-putas, fuja de mãe solteira, imagine as putarias que ela fez quando mais nova, como tratou mal os caras bacanas. Agora é hora dessas mulheres sofrerem.

    1. Taito disse:

      cara vc é traumatizado!!
      procure um psicologo!
      hauhauhauha

      1. Cícero disse:

        Futuro capitão detected!

    2. Teste disse:

      Concordo com o amigo, quando essas mulheres são mais novas, bonitinhas, somente saem com os filhinhos de papai ou quem aparece com um carrão na porta dela, depois que os caras fazem todo tipo de putaria com elas e fazem filhos nelas elas vêm com carinhas de santinha procurando um otário para assumir ela e os filhos delas.

      Manda elas “pentearem macaco”, caiam fora. Procure uma moça mais nova, de caráter, para casar e sem bagagem (filhos).
      Esta é a verdade e vamos parar de hipocrisia aqui!

  8. Luciana disse:

    Do mesmo jeito q vc, ela deve ter levado muitos tapas, fikei impressionada com esse depoimento, tmb tenho um filho, tenho 27 anos e morro de medo de me relacionar, justamente por ser diferente das outras meninas, tudo q se quer é alguem q nao nos julgue, q nos faça bem, pq depois de uma queda é sempre dificil se reerguer, se gosta, fike, nao minta, nao engane

  9. Darth Vader disse:

    Mulher com filho = CHUTA QUE É MACUMBA. Fonte: Minha opinião pessoal.

  10. Cícero disse:

    Rapaz, não contraria a natureza, tens de disseminar TEUS GENES!
    Não quero te assustar, mas já existe um termo para sujeitos como tu: CAPITÃO SALVA-PUTAS!

  11. Teste disse:

    Venho aqui me retratar publicamente pelas bobagens que escrevi em 13/05/2012 às 11:56hs e 13/05/2012 às 12:28hs, contra as mulheres com filho. Todo mundo tem seu valor, com filhos ou não, e merecem respeito!

  12. CSP disse:

    Já tive uma relação semelhante e ela dava para todo o mundo nas minhas costas. Confiei nela, pensava que ela poderia ser um bom partido e acabei sendo enganado. Pela parte do sexo era fantástico mas pela parte do amor, da fidelidade infelizmente me dei mal. Pois eu sou o cara que à partida confia nas pessoas e não as engana. Claro que quando soube tive de terminar porque para mãe solteira é muito fácil ter um homem em casa e manter relações por fora. Elas são bem experientes. Mas foi um grande abre-olhos para mim. Mais vale conhecer primeiro bem a pessoa antes de embarcar numa aventura destas.

    1. Fernanado disse:

      pode crer, passei pela mesma situação. começei a namorar uma deliciosa de 30 anos com 2 filhos eu tinha 29. No começo era sensacional, sexo bom, safada e tudo que um homem quer na cama. Na rua tive q educar um pouco mas era inteligente, tinha uma boa estrutura financeira e deu certo. Deu pra vários caras durante os 5 anos q ficamos. Hoje ela esta com 35 cada dia mais acabada atras de outro otario nas baladas. Sai fora que é mico. É só olhar as solteiras de 45 – 50 anos desesperadas pq os filhos estao saindo de casa pq nao aguentam mais a puta da mãe. Mulher separada não vale o que come.

  13. Pois é estou namorando faz um ano uma mulher de 37 anos e tem uma filha adolescente de 13 anos, no começo fui rejeitado pela meninas mas depois ela aceitou pois a menina é muito apegada ao pai ainda. Oque eu percebo é que sempre eu fico por segundo plano e só os interesses dela estão em primeiro lugar, tenho dúvidas se ela me ama ou se ama meu cartão de crédito kkk, nossa relação tem muita discussão por incompatibilidade de personalidade pois, nem sempre aceito tudo oque ela quer, e ainda ela quer ir morar comigo kkk Já tentei largar ela 3 vezes mas infelizmente a mulher encarnou em mim pois sempre tentei ser uma pessoa bacana, não gosto quando ela reclama demais e digo pra ela se não tiver bom que vá procurar outro e mesmo assim ela me atura. E agora? Tá difícil desapegar mas percebo que este relacionamento não está me fazendo bem rsrs. tenho dúvida se este relacionamento tem futuro pq ela reclama de tudo então porque ainda tá comigo criatura? Se alguma alma souber a solução deixem um comentário pra mim aqui.
    Abraço

    1. Beto disse:

      Véi…
      passei por isso a vagabunda chegou toda meiga e descobri uma verdadeira meretriz na cama. E depois sumia a noite e fins de semana, desligava o celular até que eu cansei, bom o lucro foi ter feito barba, cabelo e bigode com ela kkkkkkkkk. Hoje tá lá baranga pra caralho, me livrei daquilo.Filhos(as) chatos mãe chata também e irmã e sobrinhos(as) chatos também.

    2. HAHAHAHA! PULA DO BARCO AINDA ENQUANTO ELE ESTA NA PRIA! MELHOR DE SUJAR NA AREIA DO QUE MORRER AFOGADO!

  14. Zoe disse:

    Ao ler todas estas respostas, percebi o quanto existem homens com corações partidos neste mundo. Tanto ódio e repressão, faz com que escrevam suas opiniões baseadas em puro sentimentalismo, sem deixar fluir a racionalidade. Sabe Diego, gostei muito da 1ª opinião(a do Fábio) muito maduro e sensato. O que uma mulher madura e com filho quer? Ser feliz. Assim como vc ele já teve suas frustrações e neste exato momento ela só quer ser feliz e acredite se vc permitir, ela vai te levar junto. Mais como sempre cada caso é um caso, e o correto a fazer é deixar as coisas acontecerem e como todo relacionamento verificar se é isto que vc realmente quer. O fato dela ter um filho ou ser mais velha, não exclui a idéia de ser um relacionamento que pode dar certo ou não, e vc só vai saber o resultado se tentar. Li muitos depoimentos de pessoas que se relacionaram porém estes “relacionamentos” não deram certo, o que talvez te faz pensar q o melhor é desistir, então eu quero deixar um depoimento que te dê o fio de esperança de que vc´s 2 podem fazer isto dar certo, o meu depoimento. Possuo 2 graduações ADM e Engenharia, sou administradora de uma empresa de médio porte, possuo minha casa e meu veículo, sou divorciada de um adúltero, tenho 27 anos e um filho lindo de 5 anos, tenho um relacionamento muito bacana há 3 anos com meu noivo que possui 23 anos. Decidimos que mesmo não necessitando que ele sustente a mim ou a meu filho, somente nos casaríamos depois que ele se graduasse (também em engenharia civil) e fosse independente assim como eu. Nunca forcei o relacionamento entre ele e meu filho, mais ele sempre mostrou interesse, eles convivem desde quando meu filhote tinha 2 aninhos, e hoje vejo a tamanha cumplicidade que ambos possuem, que veio com o tempo e sem forçar a barra. Costumo dizer que foi uma benção encontrar uma pessoa como ele, pq ele nos acolheu e nos deu amor, pq o resto eu já possuía.E assim como ele me faz feliz, eu o faço dobrado pq eu tenho muita sorte de ter um homem como ele ao meu lado,o q ficou ainda mais confirmado ao ler todas estas mensagens acima. 2 vezes ao ano viajamos, uma delas é no nosso aniversário namoro, uma vez por mês o fim de semana é a 3, e se dependesse dos 2 seriam até mais, como é de vez em quando. Assim como todo relacionamento que se preze temos nosso momento a sós e a dois, a diferença é que em vez de ficar só eu fico com meu filho e como ele não prefere ter esse momento para ele e os amigos, no fim acaba deixando de ser o momento a sós, para ser a três. Enfim, caro Diego, temos um relacionamento muito harmônico, e não precisamos fazer nada além de nos conhecermos e deixar que o tempo se encarregasse do resto. Te desejo muita sabedoria e que você possa tomar a decisão certa.

    1. ME DESCULPE ZOE, MÁS SÓ UM CARA SEM EXPERIÊNCIA SE ENVOLVE SERIAMENTE COM UMA MULHER COM FILHOS. NAMORAR MULHER COM FILHOS É ANTES DE TUDO ESTAR DISPOSTO A ADMINISTRAR PROBLEMAS E CONFLITOS QUE MAIS CEDO OU MAIS TARDE HÃO DE VIR! APENAS PARA VOCÊ REFLETIR: A MELHOR FASE DE UM RELACIONAMENTO É O NAMORO. E A MELHOR FASE DA VIDA AMOROSA DE UMA MULHER É QUANDO ELA TEM TEMPO DE SOBRA PARA SE DEDICAR AO NAMORO. EU JÁ NÃO SOU FAVORÁVEL A SE CASAR COM AS SOLTEIRAS, IMAGINE VOCÊ COM AS QUE JÁ FORAM CASADAS E TEM FILHOS? MULHERES QUE TEM FILHOS DE OUTRO RELACIONAMENTO TEM TODOS OS INGREDIENTES PARA SE FAZER UMA BOMBA ATÔMICA!

  15. André disse:

    Cúmplice é o criminoso! Acorda Gabi não fode mais do que te fodem.
    Não existe cumplicidade num relacionamento. existe, sim. lealdade.
    E qual a lealdade ou compromisso de uma vagabunda que abandona o marido e vai destrui a vida dos gilhos?
    Isso é cumplicidade! Cumplicidade da detruião de uma vida de anor!
    Vc é tão vagabumda qunato à adultera do tema

    1. Gabe disse:

      Ô espertão, tu comentou no post errado porque aqui não teve adultério. Além disso, vagabunda é a senhora que te pariu e não te ensinou nem a escrever.
      Abs

  16. Diogo disse:

    Amigo sai fora eu tive a mesma experiencia não quero passar outra de jeito nenhum e não recomendo a ninguém…tente encontrar uma pessoa que começa uma historia so sua e não que ja tenha um passado e uma historia que não deu certo!!! se conselho fosse bom ninguém dava vendia… mas sai fora enquanto a tempo!!!!

  17. Bióloga disse:

    Li algumas coisas que alguns machos postaram, e por um breve momento pensei em estar no século XVIII.
    Li tantos absurdos, que não creio ser verdade!
    Esses machinhos escrevem cada coisa!!! Mas, no fundo são pessoinhas que não souberam administrar seus antigos relacionamentos e ainda querem aconselhar o rapazinho aí.
    Chamei-os de machos, pq eles ñ podem ser chamados de homens, e se eu os chamar de moleques, vai ser de uma choradeira só.
    Então rapazinho de 27 aninhos com dúvidas de garotinho de 17… O problema é ela ter 35 anos ou ter um filho de 3?

  18. Pedro V disse:

    Diego, quer um conselho de amigo? Pula fora.

    Você é bem novo ainda, já conseguiu conquistas profissionais bacanas pelo que disse, você escreve bem… você deve ser um cara muito legal.

    Eu quando tinha 25 anos namorei umas mulher de 35. O sexo era gostoso, e ela não tinha frescura de menininha com isso, o papo era bacana, a companhia dela era legal.
    Isso era uma ótima diversão, uma ótimo “namorico” casual. Essas qualidades que eu disse, isso não é suficiente pra um casamento pro resto da vida. Quando eu tivesse com 35, eu que adoro musculação e esportes ia ser jovem ainda, mas ela já estaria nos 45 ficando acabada. Imagine um pouco depois, então. Eu com 50 possivelmente em forma e bonitão ainda, e ela idosa já?!

    Mas a idade nem é o pior problema. O Filho é o pior problema!
    Encontre alguém pra você ter e criar o SEU FILHO, pra você plantar a sua sementinha, pra serem os seus genes!
    Encontre alguém que vai estar passando por isso pela primeira vez junto com você! Alguém que vai viver de corpo e alma a primeira paternidade ao seu lado, que vai viver a mesma “sintonia” com você!

    Imagina você lá, tendo seu primeiro filho, mas a sua mulher já passou por isso com outro peão aí, já tem uma bagagem junto com ela, vai dividir toda a atenção do seu primeiro filho, seu gene, com a cria de outra pessoa.
    Você quer isso?!

    Se você quiser, siga em frente.
    Mas EU NÃO QUERO isso pra mim…

  19. The rocker disse:

    Não veria problema nenhum em namorar ou talvez morar junto com uma mulher de 35 e com filhos… desde que eu tivesse mais de 40, também tivesse filhos e que ela não precisasse de mim financeiramente. Graças a Deus tive a sorte de ter pessoas à minha volta que fazem besteiras para eu poder observar e não fazer igual. Tenho um amigo que está nessa, o conheço há 10 anos e ele já namorava com essa tigresa desdentada. Ela era a pessoa mais legal do mundo, amiga dos amigos, ria de tudo e o deixava fazer de tudo. Ao longo do tempo, foi mostrando quem era e hoje o sufoca, o faz bancar os lazeres e os problemas do filho, e o pior: o humilha, o chama de pé rapado, fala na frente dos amigos que tem amiguinhos e que já fez muita bagunça… cai fora Dom, esse tipo de mulher está querendo um otário para despejar as frustrações que o ex que a trocou por uma mulher melhor a fez passar. Existem pencas de mulheres mais novas e decentes te esperando por aí.

  20. alex disse:

    meu passei por isso elas mentem muito é so anotar o q falam e perguntar apos 1 ou 2 meses as respostas nao batem cai fora …….da uma surfada e cai fora ………………ta cheio de mulher sem filhos e solteiras ……te valoriza…………..deixa elas tomando o ante depressivo…………

  21. O MELHOR CONSELHO À TODOS OS HOMENS: CAIM FORA DE MULHERES COM FILHOS! QUEM JÁ SE RELACIONOU COM UMA, SABE O QUE DIGO E QUEM NÃO SABE, MELHOR NÃO INVESTIR NISSO! NAMORAR MULHERES QUE TEM FILHOS É ANTES DE TUDO ESTAR DISPOSTO A ADMINISTRAR PROBLEMAS E CONFLITOS QUE MAIS CEDO OU MAIS TARDE HÃO DE VIR!

    SOLTEIRAS MEUS AMIGOS! ISSO SE CHAMA MAR DA TRANQUILIDADE! O RESTO É MAREMOTO.

  22. Angelica disse:

    Meu esposo tem 26 e eu 36. E quando o conheci já tinha meu filho com 3 anos, ele me quis mesmo assim, nos apaixonamos d verdade e formamos uma família linda tive uma filha com ele estamos juntos até hoje.E nenhum momento eu só queria arrumar um pai pro meu filho ou alguém que pagasse minhas contas. Eu o amo de verdade acredito que ele tbm senão estaria comigo. Pq é livre, pra querer até outra pessoa mais nova.E quanto a problemas que futuramente poderão surgir isso é relativo pq tanto pode acontecer com meu filho que ele assumiu do mesmo modo que tbm podem acontecer com a filha que tive com ele.

  23. Eu disse:

    Cuidado existe uma coisa chamada Paternidade Sócio Afetiva, você pode ter que vir a pagar pensão mesmo nao sendo seu filho.