Booger Network

Sobre a Rede

Booger Network é uma compilação de blogs dispostos em diversas categorias. Estamos em fase de expansão e em breve teremos mais blogs e diferentes categorias.

Anuncie

Integer erat orci, congue sed feugiat eu, pharetra in tellus. Nulla vel est et mi fermentum ullamcorper at a justo. Fusce scelerisque nisi vehicula mauris placerat quis accumsan dolor adipiscing. Donec tempus, nibh ut volutpat fermentum, mauris sem imperdiet ante, at dignissim magna tortor in dui. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Blogueiros

Praesent ac elit metus. Ut sed sem nec lorem fringilla molestie a vel risus. Phasellus a commodo felis. Praesent at libero velit.

Leitores

Donec facilisis, sapien ut elementum faucibus, justo urna dignissim sapien, vel elementum lorem est euismod nisi.

Anunciantes

Fusce vitae nunc mi, quis faucibus orci. Nam id lorem justo. In arcu lectus, commodo eget pharetra sed, rutrum quis sapien.

Arquivo | novembro de 2008

Natal Solidário

por em 24/11/2008 às 14:05

Alguém já assistiu Corrente do Bem? Faça o bem para alguém e vá passando esta corrente? Após uma conturbada campanha na Blogosfera, fui intimada pelo Cleiton para fazer algo de bom por alguém. Se você participa de campanhas de dia mundial de limpar a bunda, dia do emo, mamãe quero subir no ranking, faça isso por você e por todos.

Faltam exatamente 30 dias para o Natal. O Pedro, grande amigo meu começou a divulgar hoje esta iniciativa, se você quiser participar e colaborar para que o Natal de alguma criança carente seja mais feliz, vá até uma agência dos Correios, e pegue alguma carta que tenha sido endereçada para o Papai Noel.

Vai ter preguiça de ir? É muito longe? Engraçado como coisas para ajudar aos outros se tornam tão difícies. Ajudar ao próximo. Faça isso. Tente fazer algo diferente por alguém. Não só quem tem blog, até você visitante google. Se o fizer, me mande vídeo, foto, texto… Eu posto aqui.

Não passo correntes para ninguém, se você acha que deve… Sinta-se a vontade!

A outra

por em 23/11/2008 às 22:05

Este não é um texto bonito. Ele não tem finalzinho feliz. Cara, como é o foda a sequencia das coisas que acontecem com a gente, você acha que já viveu tudo, você acha que esqueceu e do nada, o passado bate a sua porta. Eu me escondi durante 10 anos… DEZ ANOS eu fugi e em um dia que já não tinha mais nada pra acontecer você aparece e fala tudo que eu quis ouvir. Eu te contei e me mostrei demais para você. Eu nem sei se depois de tanto tempo tudo ia ser perfeito como era. Historinha de primeiro amor. Aquele que a gente nunca esquece. Eu não esqueci. Uma chance para ser feliz? Almejo demais. A mão suada, a voz que não sai, o coração que pulsa tão rápido que você o sente na boca. Aquela sensação de ‘nada mais importa’. O que importa é quando os corpos se juntam e se transformam em um. Sim, eu estou falando de AMOR aquele AMOR que eu só senti por você. Aquele amor que eu te falei antes do beijo de adeus. Cara, que poder é esse? Toda a descrição de amor que existe em mim cabe a você. é teu. Você fala que tem dúvidas sobre o que eu sinto. NÃO TENHA. Ninguém matou o sentimento que guardo para você. Mas, como falei no começo, aqui não tem final feliz, ao menos por enquanto. Existem contratempos, pendências afetivas e um grande horizonte distante para nós. Hoje eu queria te ter aqui do meu lado.

Ownead

por em 23/11/2008 às 21:59

- Alô.
- Alô, Vane?
- Oi, Tati! Tudo bom?
- Tudo! E você?
- Também… fala flor!
- Eu só liguei pra te desejar uma boa viagem!
- ¿¿¿¿ Hã????
- É… boa viagem…. juízo!
- …
- …
- …
- PUTA QUE O PARIU! Liguei pra Vanessa errada! Era a Vanessa da minha sala! Bem que eu estranhei a voz…

Definitivamente, eu tenho amigas que não passam muito bem.

Pensando bem...

por em 23/11/2008 às 16:02

Eu gostaria muito de ser menos obcecada pelas pessoas. E bandas. E livros. Meu problema é que quando eu gosto, gosto de controladamente. Quando eu quero, quero descontroladamente. Isso vale para bebida também. E drogas. Vale pra tudo. This is my life. Pensando bem, tá bom assim.

Lição do dia:
Se você não fala o que as pessoas querem, elas ficam bravas. Então tá.
Don’t ask.

Socorro. Minha cabeça dói. Acho que quero dormir pra sempre. Acho que quero ficar longe de computadores por um tempo. E é isso que eu vou fazer. Pelo menos até amanhã. Rá. Então vou ali com a Fer e o Ricardo dar um rolê. Vou dar uma desintoxicada de leve. Provavelmente amanhã eu volte aqui, também não posso cortar as drogas de vez senão eu piro. Só vou ali viver a vida de verdade um pouco. See ya.

Em tempo...

por em 23/11/2008 às 15:50

“Meu querido… Diário? Manemfodendo. “
“Mas peraí, peraí, não é um diário nhénhénhén online. Deixem-me explicar”

–K.F., 25, mulherzinha com tpm e mentirosa compulsiva

Fotos #EBC Jokers

por em 23/11/2008 às 15:22


Esse pessoal é tão legal!

Fotos: Claudia Regina
http://www.curitiblogs.com.br/

Do inferno para o céu

por em 23/11/2008 às 13:46

Noite serena; o céu, tomado pelas luzes da cidade, as invejava. Queria exibir suas estrelas, mas os pontinhos luminosos lá embaixo não as deixavam aparecer. Um jovem solitário, à janela de um apartamento, observava a lua. Queria pegá-la. Debruçou-se sobre o parapeito e esticou os braços: não a alcançava, Insistiu até sentir a mão deslizar em falso e, assustado pelo perigo da queda, virou as costas para a janela. Deparou-se com um cômodo escuro; apenas um abajur aceso ao centro, proporcionando sombras psicodélicas ao redor. Demônios com as mais diversas faces escondiam-se, corriam, dançavam, enquanto os móveis tomavam formas estranhas. Sentiu o braço arder: era a seringa, há pouco usada a fim de encontrar mais uma vez aquele mundo, ainda espetada nele.

Seus olhos vagavam perdidos em meio àquelas ilusões quando, subitamente, se deparou com o retrato de sua avó – na verdade mãe, pois fora ela quem o criara desde a morte dos pais. Suas feições sorridentes derreteram, convertendo-se numa expressão macabra, de luto. E por que sorriria? Ali era o inferno; a morte envolvia o jovem neto, tomava seu corpo aos poucos com o que nós, mortais, chamamos de vírus. De repente vozes. O jovem, dominado por horror, encolheu-se ao chão e por entre as mechas seu cabelo negro jogado ao rosto, viu as criaturas demoníacas a encará-lo, dizendo “niguém mandou usar drogas”, “se tivesse ouvido sua avó”, “Aids? É merecido, seu drogado! Tá aí seu prêmio por…”. “Chega!”, gritou o garoto.

Sentia-se cansado. Cansado pela fadiga gerada pela doença, diagnosticada há alguns meses e, principalmente, cansado de sua solidão. Arrependera-se de usar drogas, mas o vício era mais forte que ele e mais forte ainda era o preconceito vivido após contrair Aids. Pagava seus pecados através da doença e suportando os olhares alheios a condená-lo, a contemplar sua desgraça como merecida. E não suportando toda a condenação, recorria à seringa novamente. “Cadê a seringa?” Encontrando-a, injetou novamente a droga. Em sua circulação, condenação e morte corriam juntas.

Agora sim. O mundo já não era tão obscuro, a cabeça não pesava, o coração não se remoía. Vovó sorria. Ele sorria. Os demônios transformavam-se em borboletas multicoloridas e anjos, muito brilhantes. “Será que vieram me buscar?” Apesar de todos o condenarem, queria ir para o céu. E por que não iria? É tradição a humanidade atribuir ao doente a culpa de seus males, fazer o inferno aqui e agora, além de garanti-lo para o amanhã, após a morte. Mas e Deus? Seria Ele assim tão mau? Incompreensível? Claro não! Até lhe enviara anjosl Com certeza o Senhor, criador dos céus e da terra, teria piedade. Teria de ter! Afinal, tirara-lhe os pais, desolara-o e o fizera infeliz. Merecia um céu, enfim. O céu …

Voltou-se novamente à janela, a qual enquadrava o paraíso ali, tão perto. Lembrou-se da namorada, a quem amava tanto. Ela o deixara após saber da doença. Era uma moça tão linda; olhos escuros, lábios grossos. E gostava da lua. Quando fosse para o céu, daria um jeito de lhe enviar a lua numa caixinha de presentes. Quem sabe assim voltasse para ele, quisesse ir para o céu também. Daí poderia até conhecer seus pais! Ah, como eram bons seus pais. Amava-os tanto, tanto. Enfim, depois de tanto tempo, iria os rever.

Debruçou-se novamente sobre a janela. Aquele céu prometia-lhe tantas coisas, tanta felicidade, e até estrelas. Inclinou o corpo à frente. E lá estariam seus pais e até Deus, os quais não o condenariam, o deixariam paz. As mãos deslizaram. Só que dessa vez não foi em falso. Ele foi atrás de seu céu, e seus anjos o seguiram. Era uma noite muito, muito serena.

Jéssica Marcon Dalcol
————————————
Redação do vestibular Unicamp de 2008. O tema era SAÚDE.
Obrigada pelo e-mail Tutti.

Ranking blogblogs

por em 23/11/2008 às 12:20

Eu juro que é a última vez que vou perder meu tempo escrevendo sobre blogueiros arrogantes. Juro. Eu não sou de comprar briga de ninguém, mas tem coisas que meus olhos não precisavam ler. Em pleno domingo de manhã, sol lindo em Curitiba, um e-mail me tirou do sério.

Para os mais desentendidos, existe na Blogosfera um site que faz um ranking de blogs que possuem mais links entre os blogs. Isso os classifica como os mais visitados e pops (odeio essa palavra) dos blogueiros. Com tudo, isso não quer dizer que o blog do João que está em décimo lugar é melhor que o do Francisco que está em quinquagésimo terceiro. Dá para entender? Não é um ranking de conteúdo, é um ranking de ‘popularidade’.

Alguns blogueiros fazem campanhas com intuito de arrecadar links e na sala secreta (onde alguns editores de blogs se reúnem) começou uma discussão sobre o quanto essas campanhas são patéticas. Foi então que Jhonny e Rafael resolveram fazer essa campanha. Ironicamente. I-RO-NI-CA-MEN-TE. Para mostrar que o ranking não qualifica o melhor blog.

Existe então uma classificação assim, os blogs que são grandes (rios de acessos) e os blog pequenos (o restante da humanidade). Voltamos ao começo deste post. Alguns destes grandes blogs falam assim: “Eu não ligo para essa campanha, porque é falha”. Mas não param de falar sobre isso. Nervosinhos. Qual o medo?

Concordo quando dizem que muitos blogs que estão no ranking e bem classificados, não tem conteúdo. Mas generalizar subindo em um pedestal e ditando como se fosse Deus: “Esses blogs não tem criatividade” em um tom completamente arrogante me deixa com náuseas. Até mesmo aqueles que acreditam que são os grandes blogs puxam o saco de outros mais populares que eles. PRA QUÊ MEU DEUS? Para que lamber o saco de blogueiro? Quem faz o blog são os leitores e não os acessos.

Eu não vivo de dinheiro que blog gera. Olha se tem um lugar nesta página com propaganda. Eu trabalho e ganho relativamente bem. Sou blogueira por opção e não admito ninguém ficar desmerecendo outros por se achar o bambambam da blogosfera. Por isso, o que escrevi aqui, continua valendo. Para mim, são todos uns piás de prédio criados pelas avós.

Mais dúvidas, esclareça aqui.

TPM = Mudanças

por em 22/11/2008 às 16:56

Visitando os blogs e procurando um novo template para o blog.
Quem acha que vai dar merda, levanta a mão! \o/

—-

UPTADE:
CARALHO HAHAHAHAHA! Como vou arrumar isso se a Camila está me entorpecendo de vinho? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA. Rosa, muito rosa.

Cozinhando com KF

por em 22/11/2008 às 15:20

Quem disse que consegui acordar e LEMBRAR que eu tinha salão marcado as 10h? Nah. Lembrei agora. Deu fome. Não posso comer nada e não ia comer massa, então fui me aventurar na cozinha e saiu a fabulosa:

Salada Junta-Tudo – mais uma receita acidental.

Arranje
01 tomate
02 cubinhos de legumes maggi
Várias folhas de alface
Cenourinhas bebês
Sal e condimentos

Modo de preparo
* Lave as mãos e corte o tomate como você quiser. Pode ser todo torto. Rasgue as folhas de alface e atire as cenouras bebês cortadas redondinhas por cima de tudo. Reserve. (Eu sempre quis escrever “reserve”, como nas receitas de verdade)

*Derreta os cubinhos de legumes maggi em uma caneca sem alça, junto com um pouco de água da torneira. Você vai precisar de um paninho para pegar a caneca, senão, sua mão vai colar no alumínio. E eu digo isso por experiência própria, sabe. Não é legal colar a mão no alumínio.

* Jogue os cubinhos derretidos ainda quentes em cima da salada. Ela vai murchar e você vai achar uma merda e ter vontade de chorar, porque estava querendo inovar.

* Tenha uma idéia e pegue mais uma folha de all face na geladeira, mas dessa vez, não pegue do meinho; pegue uma de fora, a maior que achar.

* Enrole tudo dentro da grande folha de alface.

* Vá para a frente da televisão com o prato no colo e fique falando sozinha e reclamando dos filmes idiotas.

* Vá escrever e deixe a tv na MTV bem alto e fique cantando Raimundos desafinadamente até passar Strokes.

TPM + Inferno astral = eu.

por em 22/11/2008 às 13:22

- Quando você tem insônia, você nunca dorme de verdade. E você nunca acorda de verdade.

- As coisas que você possui, acabam possuindo você.

- Você não é o seu emprego. Você não é quanto dinheiro você tem no banco. Você não é o carro que você dirige. Você não é o conteúdo da sua carteira. Você não é as calças cáqui que veste. Você é toda merda ambulante do mundo.

- Apenas depois que você perder tudo é que você esta livre para fazer qualquer coisa.

Vi aqui

Bestrafe Mich – Rammstein Live

Best live song I’ve ever seen!

Ah, dizem que a música que você escuta é o seu estado de espírito momentâneo… pois bem, imagine alguém com Rammstein no último volume em casa. A vizinha passa, olha e balança a cabeça negativamente. “Como pode ela gostar disso”? Não gosto, idolatro. Não há nada que me acalme mais que Till cantando, as guitarras de Richard e Paul, o baixo de Olli, Cristopher na bateria e Flake no teclado. Eu adoro eles. Eu adoro quando o Richard coloca essas lentes de contato. Ele fica com um olhar tão… ‘satânico’ (by minha garota). Eu AMO essa cara de malvado que ele faz! Coroas, de 40 e alguns anos… também podem ser sexys!

No Msn...

por em 21/11/2008 às 18:50

AL diz:
Oi, tudo certo? Não quero incomodar (até porque parece que está ausente).

AL diz:
Vi no MSN o endereço do seu blog e fui dar uma olhada. Nossa. Nossa mesmo. Você manda bem.

AL diz:
Longe de mim querer falar o que é certo e o que é errado, só quero perguntar se essa exposição não lhe traz problemas.

AL diz:
A verdade liberta, é real, mas nesse sentido pessoal será que não lhe deixa vulnerável? Quando li algumas coisas logo pensei em Tomio Kikuchi, um professor de renome que certamente não aprovaria o seu estilo.

AL diz:
Não falo de mim, eu não sei muita coisa além do meu campo de trabalho.

AL diz:
Beijo. Provavelmente estarei lhe acompanhando periodicamente, mesmo que você não saiba.

—-
Fiquei pensativa. Eu, sou assim. Quem me conhece sabe. Gosto de deixar claro o que eu penso e a minha opinião. Não me incomodo com o que os outros pensam sobre o que eu escrevo. Difícil é falar verdade para quem a gente gosta. Sei que falar da vida publicamente é complicado. Me envolvi com pessoas que quando leram meu blog ficaram meio assustadas com as coisas que escrevo. Fui criticada por escrever aqui que amo um alguém a cada semana. Ou que sou isso ou aquilo…

- Mas uma hora você ama o Fernando, outra hora você ama o Rafael e outra hora você ama a sua garota… como que pode?

Sim. É assim que eu penso. E é essa a minha vida. Não tenho porque omitir isso para ninguém. Talvez o maior risco do mundo seja um psicopata me perseguir e tentar me matar. Já convivi com dois psicopatas e não os conheci por aqui. Enfim, eu acho que as vezes eu esqueço que o blog pode ser lido por qualquer pessoa…

Bem vindo ao fantástico mundo, AL!
Espero que não se assuste e obrigada…
=*

Faltam 30 dias!

por em 21/11/2008 às 15:13

Meu aniversário é em um mês. Exatamente em um mês. Eu exijo presentes. Qualquer coisinha, assim. Vou fazer uma PUTA FESTA. Sen-sa-cio-nal.

Links e Memés

por em 21/11/2008 às 12:29

Músicas que marcaram

Meu amigo querido do Tigre de Muleta me enviou um meme que consiste em montar uma “fita cassete” com as 5 músicas que mais me marcaram ou que me fez lembrar de algum momento especial e depois repassá-lo para mais 3 blogueiros. Para montar a fita cassete usei o link que ele me indicou.

1) Nothing Else Matters – Metallica

2) Mtv ao Vivo – Raimundos
Eu estava neste show!

3) November Rain – Guns’n Roses

4) Black – Pearl Jam
E eu não fui no show em Curitiba

5) Fogo – Capital Inicial
Se essa música falasse…

Não sou de repassar para ninguém, deixo em aberto (como sempre).

——-

Memé 2

Vi no Vai Digitando e também deu vontade! [2]

Onde está seu celular? Na minha frente.
E o amado? Trabalhando. E a amada está em Londres.
Cor do cabelo? Loiro muito muito claro acinzentado.
Sua mãe? No céu.
Seu pai? Trabalhando. (WTF?)
Minhas irmãs? Geo em Santa Catarina; Cintia na Unimed e Taw nem sei onde.
Seu filho? Ambos, no céu.
O que mais gosta de fazer? Blogar, beber e fazer sexo.
O que você sonhou na noite passada? Que eu namorava com o Damato.
Onde você está? “Na firma”.
Onde você gostaria de estar agora? Em uma cama… (6)
Onde você gostaria de estar daqui a seis anos? Na minha casa, com a minha família.
Onde você estava há seis anos? Certamente na PUC batendo papo no IRC.
Onde você estava na noite passada? Na casa do Ricardo.
O que você não é? Siliconada.
O que você é? HAHAHAHAHA… demmet!
Objeto do desejo? Um carro ZERO.
O que vai comprar hoje? Chopp.
Qual sua última compra? Um Marlboro light. Nem fumo, nem sei porque comprei.
A última coisa que você fez? Mandei uma mensagem pra Nath no msn.
O que você está usando? Sandália, vestido, casaquinho, sutiã e calcinha.
Na TV? Quase nunca vejo Tv.
Seu cachorro? A molly é tão fofa.
Seu computador? Tenho três, sou nerds.
Seu humor? Sou tripolar. Meu humor varia de 30 em 30 segundos.
Com saudades de alguém? De várias pessoas.
Perfume que está usando? Linda do Boticário.
Última coisa que comeu? Uma maça da Turma da Mõnica. Regimão!
Fome de quê? De strogonoff. GORDA MALDITA.
Preguiça de? Trabalhar.
Próxima coisa que pretende comprar? Já falei: um carro. Pode ser uma pizza…
Ama alguém? Minha família, minha garota, meu homem e meus amigos. Só.
Quando foi a última vez que deu uma gargalhada? Eu sempre dou gargalhada.
Quando chorou pela última vez? Quando o Rafael foi embora, ele não viu, lógico.

Links legais

Para passar o tempo:
Mundo Afora
Igaum


Para rir:

Quarto Universitario
Praticando Humor
Sem Tosquices
Paguei Mico
Ate tu Brutos

Para aprender:
Hippies & Beatniks
Coma com os olhos
Resta Saber
Digital Alternativa

Blogs pessoais:
Sabe de uma coisa?
Blog da Reicla
Consideracao Final
Red Hair Tattoo